Presidente do Santos minimiza acusação de estupro e diz que críticas a Robinho são “desumanas”

Orlando Rollo, presidente do Santos, rebateu as críticas contra a contratação de Robinho, que está sendo julgado por estupro

Robinho (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Robinho (Foto: Ivan Storti/Santos FC) (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Nesta quinta-feira (15), o presidente do Santos, Orlando Rollo rebateu as críticas que vêm sendo feitas contra a contratação de Robinho, fechada no último fim de semana.

 Segundo o GE, Rollo afirmou que Robinho sofre “apedrejamento moral" e que críticas são “desumanas.” Enquanto seu processo não estiver encerrado, Rollo acredita que o atacante merece oportunidade no alvinegro praiano.

 “É direito de qualquer pessoa discordar da contratação. Concordar, discordar, cada um tem sua opinião. Só acho desumano o apedrejamento moral que estão fazendo com o Robinho sem ele ter sentença definitiva. Ou seja, transitado em julgado. É um processo que está em andamento na Itália, está muito longe de terminar, ainda tem outras esferas para decidirem. Está em segundo grau, ainda cabe recurso e mais um recurso. O que está acontecendo é um apedrejamento”, disse Rollo, segundo o mesmo GE.

Robinho recorre em liberdade após ter sido condenado em 2017 pela justiça italiana por violência sexual.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247