Torcida do Junior Barranquilla exige suspensão de jogo contra Fluminense, em meio a protestos na Colômbia

Os torcedores ameaçaram bloquear a entrada no Estádio Romelio Martínez (Barranquilla), caso o jogo, previsto para quinta-feira (6) pela copa Libertadores da América, seja mantido

Manifestante é agredido em Bogotá
Manifestante é agredido em Bogotá (Foto: LUISA GONZALEZ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As manifestações populares que ocorrem na Colômbia contra o presidente de direita Ivan Duque ameaçam o futebol no país.  A torcida organizada do time Junior Barranquilla, intitulada Frente Rojiblanco Sur 1998, solicitou a suspensão do jogo entre o time colombiano e o Fluminense, previsto para quinta-feira (6) pela copa Libertadores da América. 

Em nota, os torcedores ameaçaram bloquear a entrada no Estádio Romelio Martínez (Barranquilla), caso o jogo seja mantido. "Se não suspenderem a partida, nós da Frente Rojiblanco Sur 1998 seremos obrigados a não permitir o deslocamento dos ônibus dos jogadores até o estádio, e muito menos que seja realizada a partida por qualquer circunstância, já que convocaremos todos os nossos associados, torcedores e toda sociedade que hoje luta e resiste diariamente em cada protesto para que esse jogo não aconteça."

Antes dele, o time argentino River Plate  cancelou a ida à Colômbia para disputar outra partida da competição na última hora.

As mobilizações atuais refletem também o desespero causado pela pandemia que atinge com força o país de 50 milhões de habitantes. Em seu pior desempenho em meio século, o Produto Interno Bruto (PIB) da Colômbia despencou 6,8% em 2020 e o desemprego subiu para 16,8% em março. Quase metade da população vive na informalidade e na pobreza.

Leia a manifestação da torcida organizada do Júnior Barranquilla, a "Frente Rojiblanco Sur 1998":

"Solicitamos a suspensão ou adiamento da partida válida pela Copa Conmebol Libertadores entre Junior e Fluminense a ser disputada no dia 06 de maio de 2021, às 17h (horário local), no estádio Romelio Martínez, uma vez que estamos plenamente convencidos que a situação atual do país não é a melhor, e fazemos como protesto a um governo criminoso e fascista, que através das forças armadas do Estado torturam, matam e fazem desaparecer milhares de jovens que saem para protestar pelos seus direitos constitucionais.

Se não suspenderem a partida, nós da Frente Rojiblanco Sur 1998 seremos obrigados a não permitir o deslocamento dos ônibus dos jogadores até o estádio, e muito menos que seja a realizada a partida por qualquer circunstância, já que convocaremos todos os nossos associados, torcedores e toda sociedade que hoje luta e resiste diariamente em cada protesto para que esse jogo não aconteça.

Que ninguém duvide que amamos e adoramos assistir aos jogos do nosso time, mas hoje a luta e o sentimento de um país vêm em primeiro lugar".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email