94% dos deputados goianos são a favor do impeachment

Apenas Rubens Otoni (PT) vai votar a contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff; a deputado Flávia Morais continua sem informar qual será seu posicionamento na votação de domingo; se o processo caminhar para o Senado, os três senadores por Goiás, Ronaldo Caiado, Lúcia Vânia e Wilder Morais, também vão votar a favor do impeachment

Apenas Rubens Otoni (PT) vai votar a contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff; a deputado Flávia Morais continua sem informar qual será seu posicionamento na votação de domingo; se o processo caminhar para o Senado, os três senadores por Goiás, Ronaldo Caiado, Lúcia Vânia e Wilder Morais, também vão votar a favor do impeachment
Apenas Rubens Otoni (PT) vai votar a contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff; a deputado Flávia Morais continua sem informar qual será seu posicionamento na votação de domingo; se o processo caminhar para o Senado, os três senadores por Goiás, Ronaldo Caiado, Lúcia Vânia e Wilder Morais, também vão votar a favor do impeachment (Foto: José Barbacena)

A Redação (Mônica Parreira) - O professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Rubens Ramos, elaborou um infográfico para ilustrar as intenções de voto dos deputados federais no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Os dados publicados na noite de quarta-feira (13) mostram o posicionamento dos parlamentares dentro de cada Estado. Segundo o conteúdo, 94% dos deputados federais de Goiás são a favor do processo de impeachment. Rubens Otoni (PT-GO) é contra o afastamento da presidente e Flávia Morais (PDT-GO) não quis responder.

O professor também esboçou a situação caso o processo de impeachment vá para o Senado. Neste caso, Goiás tem três votos favoráveis ao afastamento de Dilma. 

Os infográficos foram elaborados a partir do placar montado pelo Estadão. São necessários 342 votos para que a proposta seja aprovada. Até quarta-feira, o Placar do Impeachment contabilizou 332 votos favoráveis e 124 contrários. Vinte e cinco deputados ainda estão indecisos e 32 não quiseram responder.

A votação ocorre neste domingo (17) e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, formalizou que ocorrerá por chamada oral de deputados na ordem de Estados do Sul para o Norte.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247