A Falecida, de Nelson Rodrigues, fica em cartaz até dezembro

Texto de 1953 faz uma crítica ao realismo socialista; peça está no Teatro do Sesi

A Falecida, de Nelson Rodrigues, fica em cartaz até dezembro
A Falecida, de Nelson Rodrigues, fica em cartaz até dezembro (Foto: Joao Caldas Fº/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Cidade de São Paulo - Dentro da série eventos "Nelson Rodrigues 100 anos", o Teatro do Sesi apresenta, até dezembro, a peça "A Falecida", com entrada até R$ 10. 

O texto de 1953 faz uma crítica ao realismo socialista, teoria que implica um final positivo às histórias após a chegada ao poder da classe proletária. Em "A Falecida", Nelson Rodrigues celebra o indivíduo e retorna ao tema da morte, uma obsessão do autor.

A trama, protagonizada pela atriz Maria Luiza Mendonça (que, a partir da montagem do dia 2 de dezembro, será substituída por Lucélia Santos) no papel de Zulmira, traz um questionamento: Poderá um enterro de luxo compensar uma vida simples e miserável?

Serviço

A Falecida
Até 2 de dezembro
Local: Teatro do Sesi – Centro Cultural FIESP
End.: Av. Paulista, 1.313 – Cerqueira César (próximo à estação Trianon-Masp de metrô).
Preço: quintas e sextas, grátis; sábados e domingos, R$ 10 (meia-entrada para estudantes).

Tel.:  (11) 3146-7405.
www.sesisp.org.br/cultura

Programação:

Agosto
Quintas e sextas, às 20h30.

Setembro
Sábados, às 20h30.
Domingos, às 20h.

Outubro
Quintas e sextas, às 20h30.

Novembro
Sábados, às 20h30.
Domingos, às 20h.
Nos dias 24 e 25 não haverá espetáculo.  Tais sessões serão exibidas nos dias 29 e 30 (quinta e sexta, respectivamente).

Dezembro
Sábado, às 20h30.
Domingo, às 20h.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email