A hora e a vez de Azeredo

PT tentará fazer com que o mensalão tucano, que tem como réu o ex-governador mineiro, seja julgado em 2014, também ano eleitoral

A hora e a vez de Azeredo
A hora e a vez de Azeredo (Foto: Divulgação)

247 – Sentindo-se prejudicado pelo fato de o mensalão estar sendo julgado às vésperas das eleições municipais, o PT tentará dar o troco. Dirigentes do partido defendem que o caso do mensalão mineiro, comando pelo ex-governador tucano Eduardo Azeredo, seja julgado em 2014, também ano eleitoral. Leia na coluna de Vera Magalhães:

Sua hora vai chegar

O PT prepara contra-ataque ao bombardeio que sofre na campanha com o julgamento do mensalão. Tão logo saia o veredito, petistas pressionarão o STF para julgar em 2014, também ano eleitoral, o mensalão mineiro, que tem o PSDB no olho do furacão e o mesmo Joaquim Barbosa como relator. No Supremo há avaliação de que o julgamento agora "desequilibra" o pleito nos grandes centros. "Será constrangedor se os ministros não agirem com isonomia", diz um cacique petista.


Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247