A paixão de Jaqueline do vôlei pela cidade do frevo

A atleta da Seleção Brasileira de Vôlei nasceu em um dos destinos turísticos brasileiros mais visitados do país. Jaqueline Carvalho, de 31 anos, natural de Recife, lembra com carinho dos castelinhos moldados nas areias de Boa Viagem, dos banhos de mar e dos passeios tranquilos na orla da capital pernambucana

A paixão de Jaqueline do vôlei pela cidade do frevo
A paixão de Jaqueline do vôlei pela cidade do frevo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Luciana Vicária


A Atleta da Seleção Brasileira de Vôlei nasceu em um dos destinos turísticos brasileiros mais visitados do país. Jaqueline Carvalho, de 31 anos, natural de Recife, lembra com carinho dos castelinhos moldados nas areias de Boa Viagem, dos banhos de mar e dos passeios tranquilos na orla da capital pernambucana.

Foi no início da adolescência que Jaque, como ficou conhecida, se destacou no esporte e a brincadeira virou coisa séria. O vôlei a levou para times de São Paulo, a capital dos negócios, onde vive atualmente; e para o Rio de Janeiro, a cidade mais visitada a lazer do Brasil, além de países como a Itália e a Espanha. “Conhecer o Brasil é um privilégio, as belezas naturais são incríveis, uma variedade que atrai todo tipo de viajante”, disse.

Atleta da Seleção Brasileira de Vôlei, Jaqueline Carvalho, visita a Praça Barão do Rio Branco, que abriga o Marco Zero de Recife (PE). Foto: Arquivo PessoalAtleta da Seleção Brasileira de Vôlei, Jaqueline Carvalho, visita a Praça Barão do Rio Branco, que abriga o Marco Zero de Recife (PE). Foto: Arquivo Pessoal

Na lua de mel, há pouco mais de dois anos, ela se encantou com o romantismo das praias de Armação dos Búzios (RJ), um destino calmo e de águas geladas, segundo a atleta. “Fiz passeios de barco e mergulhei para conhecer a riqueza da fauna marinha”, disse.

Sempre que pode, Jaque visita a Praça Barão do Rio Branco, em Recife, onde está o Marco Zero da cidade. “Levo as amigas, os parentes, adoro aquele lugar, tenho dezenas de selfies ali”, afirmou. A capital pernambucana é um dos principais destinos turísticos do Nordeste. Também é sede do maior bloco carnavalesco do mundo, o galo da Madrugada, e capital do frevo, reconhecido pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Nas férias, Jaqueline se divide entre os destinos gaúchos de serra, onde nasceu o marido; e o calor das praias de Recife. Com a proximidade do recesso de fim de ano, Jaque já projeta 2016. Ela sabe que a tocha olímpica vai passar por Recife e imagina a festa que vai estar por lá. “Já me imagino correndo atrás, feliz da vida, no meio do povo”, disse.

ANO OLÍMPICO DO TURISMO – Iniciativa do Ministério do Turismo que visa projetar o Brasil durante o evento, revelando os destinos do país, a hospitalidade do brasileiro e a qualidade dos nossos atrativos. Entre as ações destacam-se a qualificação de profissionais nas cinco cidades que sediarão o futebol: Brasília, São Paulo, Salvador, Manaus, Belo Horizonte e Rio de Janeiro; e a conquista da isenção de vistos a turistas estrangeiros, sancionada esta semana pela presidenta Dilma.

O REVEZAMENTO DA TOCHA PELO PAÍS - Conheça o caminho do fogo olímpico e conheça um pouco mais sobre os destinos que celebram o evento no país.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247