CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

A pirataria da privataria

"A Privataria Tucana o livro mais pirateado da histria", diz ao 247 Luiz Fernando Emediato, da Gerao Editorial, que publicou a obra; associao de direitos autorais elimina links para PDF; mesmo assim, livro ganha as redes e gera at especulaes polticas sobre estmulo pirataria

A pirataria da privataria (Foto: Divulgação )
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Diego Iraheta _247 - Prestes a completar 120 mil exemplares distribuídos, o polêmico A Privataria Tucana acumula títulos. Foi o livro mais escondido dos últimos tempos (pela imprensa), uma das maiores tiragens de uma obra brasileira em menos de um mês e um dos mais vendidos de dezembro – só está atrás da biografia de Steve Jobs e de As esganadas, do Jô Soares, de acordo com o Publish News. Agora, a bomba contra tucanos e contra petistas também está despontando em outra categoria. “A privataria é o livro mais pirateado da história no Brasil”, assinala o dono da Geração Editorial, Luiz Fernando Emediato, responsável pela publicação.

É fato. Diversos sites na rede compartilham o link para o arquivo do livro em PDF. A Geração Editorial já comunicou a pirataria em diversos momentos para a Associação Brasileira de Direitos Reprográficos (ABDR). A entidade está incumbida de eliminar os links ilegais, que infringem direitos autorais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mas os subterrâneos da privatizações na Era FHC parecem driblar a fiscalização da ABDR e continuam proliferando pela internet. “Não tem outro livro com tanta cópia pirata por aí; está me parecendo o fenômeno do DVD do Tropa de Elite 1”, compara Emediato. Essa difusão de PDFs com conteúdo do jornalista Amaury Ribeiro Jr. está gerando especulação política. “Tem até uma acusação dos tucanos de que estamos a serviço do Palácio do Planalto estimulando a pirataria. Veja se o palácio vai perder tempo com isso”, conta o editor, aos risos.

Luiz Fernando Emediato admite que os prejuízos financeiros para a editora, em virtude da pirataria, não chegam a ser significativos. “Mas lamento pelo autor, que teria muitos direitos sobre essas cópias”, completa. A Geração Editorial não tem ideia de quantas cópias já podem ter caído na rede. Mas a pirataria da privataria só confirma a versão literária do Tropa de Elite. O livro é mesmo um sucesso editorial. “Quem tem dinheiro está comprando. Quem não tem está baixando”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Futuro do livro

A tecnologia digital impacta na produção e distribuição de informação e bens culturais. Cada vez mais, escritores têm optado por lançar livros eletrônicos para serem lidos na Web ou em algum e-reader, como o Kindle da Amazon. Para Luiz Fernando Emediato, o e-reader é o recurso que vai marcar a nova geração de leitura no mundo inteiro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Não digo que o livro no formato papel está com os dias contados, mas está com os anos contados. Em breve, ele será um artigo de colecionador, como o LP, o bolachão de vinil”, vislumbra o editor. Emediato acredita que, tão logo o preço de tablets e e-readers baixe, o livro digital será cada vez mais presente no dia a dia do brasileiro.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO