Abastecimento de água será reduzido pela metade

Os bairros da parte alta de Maceió sofrerão deficiência no abastecimento de água por cerca de 30 dias; produção será reduzida em 50%; na tentativa de minimizar o problema, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) promete reativar poços em diversas regiões para minimizar a deficiência no abastecimento

Os bairros da parte alta de Maceió sofrerão deficiência no abastecimento de água por cerca de 30 dias; produção será reduzida em 50%; na tentativa de minimizar o problema, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) promete reativar poços em diversas regiões para minimizar a deficiência no abastecimento
Os bairros da parte alta de Maceió sofrerão deficiência no abastecimento de água por cerca de 30 dias; produção será reduzida em 50%; na tentativa de minimizar o problema, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) promete reativar poços em diversas regiões para minimizar a deficiência no abastecimento (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) inicia nesta terça-feira (18) um serviço de recuperação da Estação de Tratamento de Água Pratagy (ETA), localizada no bairro do Benedito Bentes, em Maceió. A primeira etapa da recuperação, que consiste em melhorias em um dos decantadores, deve durar 30 dias.

Durante esse período, a produção de água da ETA será reduzida em 50%. Assim, poderá haver deficiência no abastecimento nos bairros do Benedito Bentes, Farol e adjacências, Jacintinho, Feitosa, toda a região do Poço a Cruz das Almas e do Centro ao Pontal da Barra.

Ainda, segundo a Companhia, o serviço começa somente agora porque houve a conclusão do processo licitatório, a assinatura do contrato com a empresa que fará a manutenção e a equalização das contas da estatal para garantir o investimento, em recursos próprios, da ordem de R$ 1.460.000,00.

Após a conclusão da primeira etapa do serviço, será feito um intervalo entre o Natal e o Ano Novo. Em janeiro, a recuperação será retomada, com a realização de melhorias no segundo decantador. Depois da conclusão total dos serviços, a produção de água da ETA, que atualmente é de 3.400mᵌ/h, poderá chegar a 3.800mᵌ/h, sempre atendendo a portarias do Ministério da Saúde.

A ETA Pratagy é responsável pelo abastecimento de cerca de 40% da cidade de Maceió. Durante os primeiros 30 dias de realização do serviço, a Casal fará a reativação de poços em diversas regiões para minimizar a deficiência no abastecimento.
Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247