Ação é "natimorta", diz assessoria jurídica

A assessoria jurídica do candidato Cícero Almeida (PMDB) divulgou nota sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação "Pra Frente Maceió", que pede a cassação do registro de candidatura de Almeida, alegando que o Governo de Alagoas fez o uso da máquina pública para beneficiar o candidato; para a assessoria, "Esta é uma ação natimorta, sem nenhuma fundamentação jurídica. É fruto do desespero político da campanha do Rui, que se usa de factoides porque vê claramente que vai perder as eleições em Maceió

A assessoria jurídica do candidato Cícero Almeida (PMDB) divulgou nota sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação "Pra Frente Maceió", que pede a cassação do registro de candidatura de Almeida, alegando que o Governo de Alagoas fez o uso da máquina pública para beneficiar o candidato; para a assessoria, "Esta é uma ação natimorta, sem nenhuma fundamentação jurídica. É fruto do desespero político da campanha do Rui, que se usa de factoides porque vê claramente que vai perder as eleições em Maceió
A assessoria jurídica do candidato Cícero Almeida (PMDB) divulgou nota sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação "Pra Frente Maceió", que pede a cassação do registro de candidatura de Almeida, alegando que o Governo de Alagoas fez o uso da máquina pública para beneficiar o candidato; para a assessoria, "Esta é uma ação natimorta, sem nenhuma fundamentação jurídica. É fruto do desespero político da campanha do Rui, que se usa de factoides porque vê claramente que vai perder as eleições em Maceió (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - A assessoria jurídica do candidato Cícero Almeida (PMDB) se manifestou na tarde desta quarta-feira (14), sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela coligação "Pra Frente Maceió", que pede a cassação do registro de candidatura de Almeida, alegando que o Governo de Alagoas fez o uso da máquina pública para beneficiar o candidato.

Segundo a assessoria jurídica da campanha de Cícero Almeida, a ação é fruto do desespero da equipe de campanha do atual prefeito Rui Palmeira (PSDB), e que seria uma ação "natimorta" e que usa de artifícios desleais.

"Esta é uma ação natimorta, sem nenhuma fundamentação jurídica. É fruto do desespero político da campanha do Rui, que se usa de factoides porque vê claramente que vai perder as eleições em Maceió". 

A assessoria jurídica informou ainda que vai tomar as medidas cabíveis contra os autores da ação e que está preparada para estas e outras ações desleais da campanha do prefeito Rui Palmeira.

Com assessoria

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247