ACM: 'Dilma não é capaz de tirar o país da crise'

Em peregrinação por São Paulo na quinta-feira, onde foi 'vender' o carnaval de Salvador, o prefeito ACM Neto visitou o SBT e concedeu entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, a quem disse que não vê na presidente Dilma Rousseff "capacidade de exercer uma liderança que o cargo exige para fazer" com que o país "saia da crise mais rápido"; para tanto, o jovem democrata afirma que Dilma precisa convidar a oposição para defender "uma pauta para o Brasil". "Não entendo por que a presidente não convoca a oposição para participar dessa construção"; ACM garante que oposição atenderia a um convite que partisse da presidente

Em peregrinação por São Paulo na quinta-feira, onde foi 'vender' o carnaval de Salvador, o prefeito ACM Neto visitou o SBT e concedeu entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, a quem disse que não vê na presidente Dilma Rousseff "capacidade de exercer uma liderança que o cargo exige para fazer" com que o país "saia da crise mais rápido"; para tanto, o jovem democrata afirma que Dilma precisa convidar a oposição para defender "uma pauta para o Brasil". "Não entendo por que a presidente não convoca a oposição para participar dessa construção"; ACM garante que oposição atenderia a um convite que partisse da presidente
Em peregrinação por São Paulo na quinta-feira, onde foi 'vender' o carnaval de Salvador, o prefeito ACM Neto visitou o SBT e concedeu entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, a quem disse que não vê na presidente Dilma Rousseff "capacidade de exercer uma liderança que o cargo exige para fazer" com que o país "saia da crise mais rápido"; para tanto, o jovem democrata afirma que Dilma precisa convidar a oposição para defender "uma pauta para o Brasil". "Não entendo por que a presidente não convoca a oposição para participar dessa construção"; ACM garante que oposição atenderia a um convite que partisse da presidente (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Em peregrinação por São Paulo na quinta-feira (27), onde foi 'vender' o carnaval de Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) visitou o SBT e concedeu entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, a quem disse que não vê na presidente Dilma Rousseff "capacidade de exercer uma liderança que o cargo exige para fazer" com que o país "saia da crise mais rápido".

Para tanto, o jovem democrata afirma que Dilma precisa convidar a oposição para defender "uma pauta para o Brasil". "Não entendo por que a presidente não convoca a oposição para participar dessa construção".

ACM garante que oposição atenderia a um convite que partisse da presidente. "Não é chamar a oposição para discutir apoio político para medidas que simplesmente vão dar maior alívio ao governo. Não é isso. Mas, em torno de uma pauta para o país, eu não vejo como, inclusive, negar um convite da própria presidente da República".

E o prefeito de Salvador não consegue fazer previsões animadoras para 2016. "O Brasil pode perdurar na crise até o final de 2018, o que vai ser um preço terrível. Na prefeitura, estou me preparando para 2016 ser pior do que 2015 em termos da arrecadação do município".

O democrata avalia que o Congresso, na conjuntura atual, não tem condição de dar seguimento a nenhum pedido de impeachment de Dilma Rousseff. "Um Congresso fragilizado como o atual não tem meios para conduzir um processo de impeachment que possa, de fato, depois, produzir para o Brasil uma outra agenda"

Sobre o senador Delcídio Amaral (PT-MS), preso por suspeita de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, ACM diz que será "inevitável" cassá-lo.

O prefeito também defende que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se afaste da presidência da Câmara dos Deputados. "O presidente Eduardo Cunha não tem mais condições de liderar o Legislativo." Abaixo a íntegra da entrevista do prefeito de Salvador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247