ACM mantém preferência dos baianos para 2014

Pesquisa do Instituto Seculus em parceria com o Bahia Notícias aponta o prefeito de Salvador com 23,33% das intenções de voto para o Governo da Bahia no levantamento espontâneo; na modalidade estimulada o democrata dispara e alcança 36,43% da preferência dos eleitores; ACM Neto venceria em todos os cenários; segundo colocado na simpatia dos baianos é o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima (PMDB)

ACM mantém preferência dos baianos para 2014
ACM mantém preferência dos baianos para 2014

Bahia 247

O prefeito ACM Neto (DEM) descarta qualquer possibilidade de ser candidato a governador da Bahia em 2014 (embora este seja seu "sonho"), mas continua liderando a preferência do eleitorado.

Pesquisa realizada pelo Instituto Seculus em parceria com o site Bahia Notícias aponta o democrata com 23,33% das intenções de voto no levantamento espontâneo (quando o entrevistados não cita nenhum possível candidato).

Depois do democrata, quem está melhor colocado na preferência do eleitor baiano é o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, o peemedebista Geddel Vieira Lima, com 6,11%.

O terceiro colocado da pesquisa, embora não possa se candidatar por estar no segundo mandato consecutivo, é o governador Jaques Wagner, com 5%. Em seguida estão os senadores Walter Pinheiro (PT), com 4,44%, e Lídice da Mata (PSB), com 3,89%.

O ex-governador Paulo Souto (DEM), o atual vice-governador Otto Alencar (PSD) e o ex-prefeito João Henrique (ainda PP) aparecem empatados com 3,33%.

O prefeito ACM Neto lidera também a pesquisa estimulada (quando o entrevistador cita possíveis candidatos) com o primeiro e segundo quadros. No cenário 1, o democrata encabeça o levantamento com 36,43%, seguido de Geddel, com 9,29%; Lídice, com 6,43%; Otto, 5%. Os nomes foram recusados por 7,14% dos entrevistados, 14,29% seguem indecisos e 9,29% não opinaram.

No cenário 2, com a inclusão do senador Walter Pinheiro (PT) em substituição ao também petista Rui Costa, ACM Neto tem pequena queda para 35,71%, mas mantém a frente. Geddel segue em segundo, com 8,57%, seguido de Lídice (5,71%); Pinheiro (5%); Otto (4,29%).

"Não serei candidato ao governo em nenhuma hipótese"

Apesar de seu nome aparecer como preferido dos baianos desde as primeiras pesquisas no início do ano, ACM refuta a possibilidade de se candidatar em 2014.

"Essa possibilidade está completamente descartada. Primeiro porque quando eu me elegi prefeito de Salvador havia uma esperança e há uma esperança depositada no meu trabalho e eu não posso frustrar a população", disse o prefeito em entrevista à rádio Tudo FM.

O democrata explica porque não entrará na disputa. "Todas as grandes intervenções, os grandes projetos deste governo, vão ter impacto e vão se tornar reais e concretos entre 2015 e 2016 e eu quero colher esse frutos, eu quero deixar um legado para a cidade. Até abril do ano que vem eu não vou deixar legado nenhum [se for candidato ao governo]. O que é que eu vou fazer em salvador até abril do ano que vem? Arrumar a casa, porque o começo é para isso mesmo. Botar as coisas em ordem e organizar a administração e melhorar as finanças".

ACM avalia ainda que "este é o momento mais difícil do governo", pois a cidade passa por transição de gestões. "Eu não fui eleito para ser prefeito de um ano e três meses. Fui eleito para ser prefeito de quatro anos e ficarei até o último dia do meu mandato se Deus me der força e saúde".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247