CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

ACM: "Vencemos o discurso da chantagem e do medo"

Na convenção que homologou a chapa da oposição nesta quarta, o prefeito ACM Neto lembrou sua árdua disputa contra o PT em 2012 e resgatou discurso exaustivo do adversário Nelson Pelegrino de que a cidade precisava ter prefeito aliado à presidente Dilma Rousseff e ao governador Jaques Wagner para ter êxito; "Aqui estiveram autoridades de todo o país. Tentaram fazer o discurso da chantagem e do medo, o discurso de que esta cidade só tinha jeito se fosse governada por um prefeito do mesmo partido da presidente da República e do governador do Estado. Mas o povo de Salvador mostrou sabedoria e não se intimidou"

Na convenção que homologou a chapa da oposição nesta quarta, o prefeito ACM Neto lembrou sua árdua disputa contra o PT em 2012 e resgatou discurso exaustivo do adversário Nelson Pelegrino de que a cidade precisava ter prefeito aliado à presidente Dilma Rousseff e ao governador Jaques Wagner para ter êxito; "Aqui estiveram autoridades de todo o país. Tentaram fazer o discurso da chantagem e do medo, o discurso de que esta cidade só tinha jeito se fosse governada por um prefeito do mesmo partido da presidente da República e do governador do Estado. Mas o povo de Salvador mostrou sabedoria e não se intimidou" (Foto: Romulo Faro)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bahia 247 - Na convenção que homologou a chapa da oposição nesta quarta-feira (18) em Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) lembrou sua árdua disputa contra o PT em 2012 e resgatou discurso exaustivo do deputado petista Nelson Pelegrino (perdeu pela quarta vez) de que a cidade precisava ter prefeito aliado à presidente Dilma Rousseff e ao governador Jaques Wagner para ter êxito.

"Aqui estiveram autoridades de todo o país. Tentaram fazer o discurso da chantagem e do medo, o discurso de que esta cidade só tinha jeito se fosse governada por um prefeito do mesmo partido da presidente da República e do governador do Estado. Mas o povo de Salvador mostrou sabedoria e não se intimidou. Com isso ajudou a construir a mais expressiva vitória da oposição no Brasil".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

E ACM já prevê que "as máquinas que vão ser usadas" em favor do desconhecido Rui Costa, candidato do PT ao governo do Estado. "O dinheiro que vai surgir, o discurso intimidatório vai ser trazido para a Bahia de novo".

O jovem democrata também reiterou sua tese de que o ex-governador Paulo Souto tem chances maiores do que as suas em 2012, quando ele enfrentou o PT com 20 partidos aliados e 16 minutos de televisão, contra cinco aliados e cinco minutos de TV dele.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Vamos vencer desta vez no primeiro turno, porque Paulo Souto e Geddel têm muito mais sorte. Eu só tive cinco partidos me apoiando. Eles têm 17 e chegarão a 18 nesta quinta-feira (19), podendo ainda totalizar 19".

A chapa da oposição tem Paulo Souto como cabeça, Joaci Góes (PSDB) como candidato a vice e Geddel Vieira Lima (PMDB) concorrendo ao Senado.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Se eleito, não vou ficar procurando desculpas, ou apontando culpados, para as dificuldades que certamente encontrarei pelo caminho. Assumirei a minha responsabilidade com a Bahia e não sossegarei um minuto até que os principais problemas do estado estejam em ordem", disse Souto.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO