Acuado, Djalma descarta Paulo e banca Gomide

Vereador Djalma Araújo tem sido pressionado por lideranças do PT devido às suas ações na Câmara e pode até ser punido; mesmo assim não deixa de dizer o que pensa; em entrevista ao Diário da Manhã, ele afirma que Paulo Garcia tem que ficar na prefeitura até 2014 e defende o nome de Antônio Gomide para o governo; vereador também vê Iris na disputa pelo Senado e revela que tem o sonho de ser prefeito de Goiânia em 2016

Acuado, Djalma descarta Paulo e banca Gomide
Acuado, Djalma descarta Paulo e banca Gomide
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ O vereador Djalma Araújo é o hoje o personagem mais controverso do PT em Goiás. Acuado por outras lideranças do partido devido aos seus atos, Djalma mostra a cada entrevista que não vai deixar de ser polêmico e dizer o que pensa.

O jornal Diário da Manhã deste sábado traz entrevista com Djalma. E o vereador opinou sobre eleições 2014 e até sobre a disputa da prefeitura de Goiânia em 2016, dizendo que tem o sonho de ser prefeito.

Na entrevista ao DM, Djalma afirma que o prefeito Paulo Garcia (PT) deve permanecer no Paço e não disputar o governo. O vereador defende o nome de Antônio Gomide, o prefeito de Anápolis.

Para o Senado, Djalma defende Iris Rezende, a quem qualifica como o “maior nome das oposições em Goiás”. O vereador defende a aliança com o PMDB, mas quer o PT na cabeça de chapa. Hoje este desejo de Djalma é quase utopia, pois o PMDB afirma que não abre mão de ter o candidato ao Palácio das Esmeraldas.

Djalma afirmou que sua desavença com o deputado Luis Cesar Bueno foi “picuinha, mesquinharia”. Os dois tiveram bate-boca público na Rádio 730 e Djalma chamou Bueno de “Stallone Cobra”, por gostar de exterminar pessoas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email