Acusada de propina atuou nos governos Pezão e Anastasia

Governos do Rio e de Minas, na época sob comando do tucano Antonio Anastasia, contrataram a Mauell, subsidiária no Brasil da alemã Bilfinger, sem licitação para fornecer equipamentos aos Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) das duas sedes da Copa; empresa é acusada de pagar propina no mundial do Brasil

Governos do Rio e de Minas, na época sob comando do tucano Antonio Anastasia, contrataram a Mauell, subsidiária no Brasil da alemã Bilfinger, sem licitação para fornecer equipamentos aos Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) das duas sedes da Copa; empresa é acusada de pagar propina no mundial do Brasil
Governos do Rio e de Minas, na época sob comando do tucano Antonio Anastasia, contrataram a Mauell, subsidiária no Brasil da alemã Bilfinger, sem licitação para fornecer equipamentos aos Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) das duas sedes da Copa; empresa é acusada de pagar propina no mundial do Brasil (Foto: Roberta Namour)

247 – Denunciada por pagamento de propina em contratos da Copa do Mundo no Brasil, a Mauell, subsidiária no Brasil da alemã Bilfinger, atual para os governos do Rio e de Minas.

Pezão (PMDB) e o então governador mineiro Antonio Anastasia (PSDB) contrataram sem licitação a empresa para fornecer equipamentos aos Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) das duas sedes da Copa.

Os contratos de compra de videowalls renderam R$ 3,4 milhões (Rio) e R$ 572 mil (Minas) à empresa.

Leia aqui reportagem de Bernardo Itri sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247