Acusado de desvio, advogado diz que Cristiano “está tranquilo”

Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014

Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014
Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014 (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O advogado Fábio Ferrário, que faz a defesa do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, informou à Gazetaweb, na tarde desta quinta-feira (20), que seu cliente "está tranquilo" frente à acusação de desvio de recursos do município da região metropolitana de Maceió.

Nesta quinta, a Polícia Federal revelou, em entrevista coletiva concedida operação desencadeada na capital e interior do estado, que Matheus seria o chefe de esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014. 

"Ele está tranquilo. Eu já estive na sede da Polícia Federal para informar que o Cristiano está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25). Frisei também que, assim que ele chegar, irá se apresentar à polícia", informou o advogado, acrescentando que Matheus só deve retornar na próxima semana porque fez a citada viagem de carro.

Segundo Ferrário, Cristiano garantiu, ainda, que irá provar a inocência. "Já existe uma ação contra ele, e ele já conseguiu mostrar que é inocente de parte das acusações. Não será diferente desta vez", resumiu o advogado, sem revelar o local onde o ex-prefeito se encontra. 

Nesta manhã, a PF deflagrou a Operação Astaroth, com o objetivo de cumprir 17 mandados de busca e apreensão. E um dos locais visitados pelos agentes foi um apartamento do ex-gestor, no bairro da Ponta Verde, em Maceió. Também foram cumpridos sequestros de bens, como o recolhimento de quatro veículos de luxo - avaliados acima de R$ 60 mil cada. Uma motocicleta, 11 mil euros e uma arma de fogo também foram apreendidas, além de documentos, computadores e mídias digitais.

Cerca de 100 agentes participaram da ação, que também esteve em três postos de combustíveis, um em Marechal Deodoro e os outros dois em cidades do Maranhão. Os estabelecimentos, assim como os objetos de valor, estariam em nomes de terceiros, mas seriam de propriedade de Cristiano Matheus.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247