Acusado de desvio, advogado diz que Cristiano “está tranquilo”

Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014

Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014
Acusado pela Polícia Federal de chefiar um esquema criminoso na Prefeitura de Marechal Deodoro, município da região metropolitana de Maceió, o advogado Fábio Ferrário afirmou que o seu cliente, o ex-prefeito Cristiano Matheus, está tranquilo; Ferrário já esteve na sede da PF para informar que "ele está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25) e que, assim que chegar, irá se apresentar à polícia"; o ex-prefeito é suspeito de chefiar um esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014 (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - O advogado Fábio Ferrário, que faz a defesa do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, informou à Gazetaweb, na tarde desta quinta-feira (20), que seu cliente "está tranquilo" frente à acusação de desvio de recursos do município da região metropolitana de Maceió.

Nesta quinta, a Polícia Federal revelou, em entrevista coletiva concedida operação desencadeada na capital e interior do estado, que Matheus seria o chefe de esquema criminoso responsável por causar desfalque da ordem de R$ 6 milhões, entre os anos de 2011 e 2014. 

"Ele está tranquilo. Eu já estive na sede da Polícia Federal para informar que o Cristiano está viajando e que só deve voltar para Alagoas na próxima terça-feira (25). Frisei também que, assim que ele chegar, irá se apresentar à polícia", informou o advogado, acrescentando que Matheus só deve retornar na próxima semana porque fez a citada viagem de carro.

Segundo Ferrário, Cristiano garantiu, ainda, que irá provar a inocência. "Já existe uma ação contra ele, e ele já conseguiu mostrar que é inocente de parte das acusações. Não será diferente desta vez", resumiu o advogado, sem revelar o local onde o ex-prefeito se encontra. 

Nesta manhã, a PF deflagrou a Operação Astaroth, com o objetivo de cumprir 17 mandados de busca e apreensão. E um dos locais visitados pelos agentes foi um apartamento do ex-gestor, no bairro da Ponta Verde, em Maceió. Também foram cumpridos sequestros de bens, como o recolhimento de quatro veículos de luxo - avaliados acima de R$ 60 mil cada. Uma motocicleta, 11 mil euros e uma arma de fogo também foram apreendidas, além de documentos, computadores e mídias digitais.

Cerca de 100 agentes participaram da ação, que também esteve em três postos de combustíveis, um em Marechal Deodoro e os outros dois em cidades do Maranhão. Os estabelecimentos, assim como os objetos de valor, estariam em nomes de terceiros, mas seriam de propriedade de Cristiano Matheus.

Com gazetaweb.com

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247