Adelio agiu sozinho, indica PF

Após ouvir mais de 30 pessoas, quebrar sigilos financeiro, telefônico e telemático de Adelio Bispo de Oliveira, responsável pela facada contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o relatório da PF deve concluir que Adelio agiu sozinho; não foi encontrado indício de que ele agiu a mando de outra pessoa ou grupo; também não foi encontrado movimentação suspeita nas contas bancárias do agressor

Adelio agiu sozinho, indica PF
Adelio agiu sozinho, indica PF (Foto: RICARDO MORAES)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – Após ouvir mais de 30 pessoas, quebrar sigilos financeiro, telefônico e telemático de Adelio Bispo de Oliveira, responsável pela facada contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), em Juiz de Fora, o relatório da Polícia Federal deve concluir que Adelio agiu sozinho.

O delegado federal Rodrigo Morais e sua equipe não encontraram  indício algum de que o autor da facada tenha agido a mando de outra pessoa ou grupo. Também não foi encontrada qualquer movimentação suspeita ao analisar as contas bancárias do suspeito, revela reportagem do Estadão/Conteúdo publicada no Estado de Minas.

 O cartão de crédito internacional, encontrado na pensão onde ele se hospedou, nunca havia sido utilizado. E um depósito em espécie que seria anormal para o agressor, descobriu-se, era referente a um acerto trabalhista.

Com Estadão/Conteúdo

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247