Aécio: "39 ministérios é tapa na cara da sociedade"

Em Santa Catarina, onde participou da convenção estadual do PSDB, o presidenciável tucano Aécio Neves criticou a estrutura administrativa do governo federal; "o PSDB não se curva ao corporativismo, não aparelha máquina pública, é  quase um tapa na cara da população brasileira termos 39 ministérios e 22 mil cargos comissionados, preenchidos exclusivamente pelo critério da filiação partidária", ele defendeu ainda que o PSDB lance candidatos próprios em todas as disputas majoritárias de 2014

Aécio: "39 ministérios é tapa na cara da sociedade"
Aécio: "39 ministérios é tapa na cara da sociedade" (Foto: DANIEL CONZI)

SC 247 - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) cumpriu agenda de candidato ao Palácio do Planalto, ao participar da convenção estadual tucana em Santa Catarina. Astro principal do evento, ele estava acompanhado do novo presidente do PSDB-SC, senador Paulo Bauer, e criticou duramente a estrutura administrativa do governo federal.

“O que vemos no Brasil hoje é um claro descompromisso entre o que se propõe para a população e aquilo que se executa quando é governo. Não temos a opção de ter candidaturas. Temos a obrigação de construir essas candidaturas em benefício da população. Onde o PSDB governa, governa com resultado. O PSDB não se curva ao corporativismo, não aparelha maquina pública. É quase um tapa na cara da população brasileira termos 39 ministérios e 22 mil cargos comissionados, preenchidos exclusivamente pelo critério da filiação partidária. Vamos fazer diferente e melhor, porque o PSDB tem coragem de romper com estruturas falidas para iniciar um tempo novo no Brasil”, disse ele.

O tucano também cobrou as iniciativas da presidente Dilma para enfrentar os desafios na área da saúde. “Onde está a resposta da presidente da República para a calamidade da saúde pública no Brasil? Há dez anos, o governo participava com 56% de tudo que se gastava com saúde no Brasil. Dez anos de governo do PT se passaram e hoje são apenas 45%", afirmou.

No encontro, ele ainda defendeu que o PSDB lance candidatos a governador em todos os estados da federação. "O PSDB vai apresentar candidatura majoritária em todos os estados e vai ser alternartiva para esse modelo que exauriu-se". Em Santa Catarina, o mais provável que o senador Paulo Bauer se lance ao governo estadual, contra o atual governador, Raimundo Colombo, do PSD.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247