Aécio diz que 'se tiver rompante' pode ir a ato

Após negar presença na manifestação ‘Fora, Dilma’, apesar de apoiar movimento, presidente do PSDB, Aécio Neves, reabre possibilidade: "Sou um cara de rompantes. Quem sabe na hora eu não resisto?"; segundo o tucano, avanço da investigação sobre a Petrobras pode criar 'condições' para 'discutir' impedimento

Após negar presença na manifestação ‘Fora, Dilma’, apesar de apoiar movimento, presidente do PSDB, Aécio Neves, reabre possibilidade: "Sou um cara de rompantes. Quem sabe na hora eu não resisto?"; segundo o tucano, avanço da investigação sobre a Petrobras pode criar 'condições' para 'discutir' impedimento
Após negar presença na manifestação ‘Fora, Dilma’, apesar de apoiar movimento, presidente do PSDB, Aécio Neves, reabre possibilidade: "Sou um cara de rompantes. Quem sabe na hora eu não resisto?"; segundo o tucano, avanço da investigação sobre a Petrobras pode criar 'condições' para 'discutir' impedimento (Foto: Roberta Namour)

247 – O presidente do PSDB, Aécio Neves, agora readmite a possibilidade de participar das manifestações contra a presidente Dilma Rousseff, convocadas para o dia 15 de março: "Sou um cara de rompantes. Quem sabe na hora eu não resisto?".

Em entrevista à rádio Jovem Pan, o tucano afirmou que, embora hoje o impedimento da presidente não seja uma pauta do partido, o avanço das investigações sobre a corrupção na Petrobras pode levar o PSDB a "discutir o assunto". "Se essas condições se criarem, temos que, com muita serenidade, discutir essa questão", disse.

E incentivou a população a ir às ruas: "As pessoas que tiverem com esse sentimento, esse nó na garganta, devem, sim, ir às ruas", afirmou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247