Aécio: "o PT cultiva inimigos imaginários"

Senador mineiro e presidenciável pelo PSDB rebate novamente o anúncio do cumprimento do superavit primário pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e diz que a economia continua à deriva; segundo o tucano, o governo critica o pessimismo da oposição para livrar-se das responsabilidades para as quais foi eleito

Senador Aécio Neves (PSDB-MG) manifesta apoio à emenda que eleva o percentual de aplicação da União na área da saúde para 18% da receita corrente líquida (RCL)
Senador Aécio Neves (PSDB-MG) manifesta apoio à emenda que eleva o percentual de aplicação da União na área da saúde para 18% da receita corrente líquida (RCL) (Foto: Roberta Namour)

247 – O senador mineiro e presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, voltou a criticar o anúncio do cumprimento do superavit primário pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, ele lista cinco motivos que provariam um sentimento contrário: o resultado foi atingido com ajuda de receitas extras; queda na balança comercial; desvalorização da Petrobras; recorde na carga tributária; e PIB em baixa, inflação em alta.

Segundo o tucano, “a presidente Dilma Rousseff acusou a oposição de agir como o Velho do Restelo, personagem de Camões que representa o pessimismo. A economia, entretanto, continuou à deriva”. 

Ele diz ainda que os petistas cultivam os inimigos imaginários para livrar-se das responsabilidades para as quais foram eleitos (Leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247