Aécio quer o fim da reeleição

Senador mineiro, prestes a se candidatar à Presidência da República em 2014 pelo PSDB, defende proposta que estipula mandato único de 5 anos com validade já para as próximas eleições; ideia vai de encontro com tese de seu tutor FHC, que aprovou uma emenda para viabilizar sua reeleição em 1997

Aécio quer o fim da reeleição
Aécio quer o fim da reeleição (Foto: Antônio Cruz / ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Prestes a se candidatar à Presidência da República em 2014 pelo PSDB, o senador mineiro Aécio Neves prepara um projeto para acabar com a possibilidade de reeleição presidencial, de governadores e prefeitos e ampliar de quatro para cinco anos os mandatos de todos os novos eleitos. Se sua ideia for aprovada, a regra passe a valer já para os vencedores do pleito de 2014. A reeleição de Dilma Rousseff (PT) não entraria a tempo na nova regra.

Segundo o Estadão, Aécio considera os quatro anos previstos na legislação vigente são insuficientes para uma gestão minimamente eficiente de um País ou Estado. A reeleição, por sua vez, condiciona a segunda metade do mandato à campanha eleitoral, submetendo o governo e, por extensão, a população, a uma gestão distanciada dos reais interesses do País. Ele chama de soluções bienais a falta de coincidência das eleições que considera nefasta para a administração pública. Com frequência, classifica de "loucura" eleições de dois em dois anos.

O senador mineiro está ciente da dificuldade de emplacar um projeto desses no Congresso, mas considera que a proposta lhe dá vantagem na campanha de 2014. Ele pode passar a ideia do desapego, já que a regra se aplicaria a ele próprio, e da nova fase do PSDB. O então presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso, hoje defensor da candidatura de Aécio, aprovou uma emenda para viabilizar sua reeleição em 1997.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247