Aécio recebe apoio formal da família Campos

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) conquistou um importante apoio neste sábado: o da família de Eduardo Campos, morto no dia 13 de agosto, num desastre aéreo. No encontro, ele conquistou ainda adesões do governador eleito Paulo Câmara, do prefeito Geraldo Júlio e do senador eleito Fernando Bezerra Coelho, todos do PSB; “Eu me sinto, a partir deste instante, responsável dentre tantas expectativas que a mudança gera na sociedade brasileira, para levar a cada canto deste país, no limite das minhas forças, o legado e os sonhos de Eduardo Campos, governador dos pernambucanos e símbolo da boa política”, disse Aécio; "Sei que vocês eram diferentes, mas vocês souberam se unir pelo Brasil", dizia a carta de Renata

O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, recebeu o apoio formal do PSB de Pernambuco, neste sábado (11/10), em Recife (PE), durante encontro com movimentos sociais. Participaram do encontro o governador de Pernambuco
O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, recebeu o apoio formal do PSB de Pernambuco, neste sábado (11/10), em Recife (PE), durante encontro com movimentos sociais. Participaram do encontro o governador de Pernambuco (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News

Pernambuco 247 - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) conquistou um importante apoio neste sábado: o da família de Eduardo Campos, morto no dia 13 de agosto, num desastre aéreo. ele conquistou ainda adesões do governador eleito Paulo Câmara, do prefeito Geraldo Júlio e do senador eleito Fernando Bezerra Coelho, todos do PSB.

“Eu me sinto, a partir deste instante, responsável dentre tantas expectativas que a mudança gera na sociedade brasileira, para levar a cada canto deste país, no limite das minhas forças, o legado e os sonhos de Eduardo Campos, governador dos pernambucanos e símbolo da boa política”, disse Aécio.

Renata Campos, a viúva de Eduardo, não participou do encontro, mas seu filho mais velho, João, leu uma carta escrita por ela. "Sei que vocês eram diferentes, mas vocês souberam se unir pelo Brasil", dizia o texto.

Em Pernambuco, Aécio tinha aindaa agendada uma visita à cidade onde a presidenciável Marina Silva teve a maior votação proporcional do Brasil no 1º turno. Ela teve 74,19% em Sirinhaém, que tem 43 mil habitantes. Lá, Aécio recebeu apenas 2,6% dos votos, enquanto Dilma ficou 22,4%.

PUBLICIDADE

Na tentativa de herdar essa votação, Aécio estará acompanhado do governador eleito Paulo Câmara (PSB) e do prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB), que assumiram a coordenação da campanha tucana em Pernambuco.

Antes da visita ao município, o presidenciável terá um encontro com lideranças de movimentos sociais de Recife. Depois tem um almoço com a viúva de Eduardo Campos, Renata. O sonho de consumo dos tucanos é que ela aceite gravar um depoimento para ser veiculado na propaganda de TV do candidato do PSDB.

PUBLICIDADE

Pernambuco é visto como estratégico para o comando de campanha de Aécio Neves. O objetivo é que os votos dados a Marina Silva sejam transferidos para o tucano. Em Pernambuco, que tem mais de 6 milhões de eleitores, ele teve uma péssima votação: 5,92%. Enquanto Dilma obteve 44,22% e Marina 48,05%.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email