CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Alagoas tem a 3ª gasolina mais barata

Levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o valor da gasolina comercializada em Alagoas é o terceiro mais barato do Nordeste; pesquisa tomou como base o preço praticado por 94 postos alagoanos, cujo valor médio é de R$ 3,25, mais alto apenas do que em João Pessoa e São Luís

Imagem Thumbnail
Levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o valor da gasolina comercializada em Alagoas é o terceiro mais barato do Nordeste; pesquisa tomou como base o preço praticado por 94 postos alagoanos, cujo valor médio é de R$ 3,25, mais alto apenas do que em João Pessoa e São Luís (Foto: Voney Malta)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Alagoas247 - Um levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 31 de maio e 6 de junho deste ano, aponta que o valor médio da gasolina comercializada em Alagoas é o terceiro mais barato da região Nordeste. Conforme os dados, que estão disponíveis no site institucional da agência reguladora, o preço do combustível vendido no estado só é maior do que na Paraíba e no Piauí.

A pesquisa tomou como base o preço praticado por 94 postos alagoanos. A ANP apontou que o valor médio da gasolina no estado é de R$ 3,25. O litro do combustível tem custo menor do que o praticado pelos vizinhos Pernambuco, com média de R$ 3,40, e Sergipe, com média de R$ 3,36, que tradicionalmente apresentam valores mais competitivos, e também é menor do que em grandes centros, como o Ceará e a Bahia.

Rio Grande do Norte, com média de R$ 3,308, e Maranhão, com média de R$ 3,29, também apresentam um valor médio por litro de gasolina maior do que o praticado pelos postos de combustíveis de Alagoas.

No comparativo entre as capitais do Nordeste, Maceió também se destaca. O preço médio do combustível na capital alagoana é o terceiro menor da região. É mais alto apenas do que em João Pessoa, que tem média de R$ 3,070, e em São Luís, que tem média de R$ 3,195. As demais capitais apresentam preços mais elevados.

Enquanto em Maceió o valor médio da gasolina é de R$ 3,208, Recife tem preço de R$ 3,481 e Aracaju tem média de R$ 3,389. Já Natal tem média de R$ 3,297; Fortaleza, R$ 3,370; Teresina, R$ 3,216. O valor mais alto é praticado na capital baiana. Em Salvador, um litro de gasolina custa, em média, R$ 3,527.

O economista e professor universitário Lucas Sorgatto afirma que dois fatores justificam os valores que são cobrados pelos postos de combustível em Alagoas. O primeiro deles é a grande concorrência que existe no estado. Ele explica que, devido à quantidade e à proximidade dos estabelecimentos comerciais, os donos de postos se veem obrigados a reduzir os valores cobrados para conquistar o consumidor e não perder vendas.

Outro fator, de acordo com ele, é a maior distribuição de renda que existe nos demais estados. "Em grandes centros, como Pernambuco, Bahia e Ceará, há uma maior distribuição de renda. Portanto, os consumidores estão dispostos a pagar um pouco mais pela gasolina. Além disso, a sensação de concorrência é menor pelo fato dos estabelecimentos ficarem mais distantes um do outro. Isso também influencia", conclui Sorgatto.

Com gazetaweb.com

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO