ALBA: oposição convence governo a discutir empréstimos nas comissões

A bancada de apoio ao governo na Assembleia Legislativa decidiu atender aos pedidos da minoria para que sejam discutidas nas comissões as solicitações do Executivo de autorização para contrair empréstimos que somam R$ 2,5 bilhões; "O Legislativo não pode assinar cheque em branco para o governo contratar operações de crédito sem discutir suas finalidades e implicações nas comissões técnicas. Não somos uma secretaria de governo", brada o líder da minoria, deputado Sandro Régis

Sandro Régis
Sandro Régis (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O líder da bancada de apoio ao governo na Assembleia Legislativa da Bahia ALBA, deputado Zé Neto (PT), decidiu atender aos pedidos da minoria para que sejam discutidas nas comissões do parlamento as solicitações de autorização do Executivo para contrair empréstimos que somam R$ 2,5 bilhões. 

As comissões analisarão também o projeto sobre a utilização dos recursos do Fundo Previdenciários dos Servidores Públicos - Baprev. As matérias serão discutidas nesta terça-feira (22) nas comissões conjuntas de Constituição e Justiça; de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico e Turismo; de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; e a de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle.

"A luta da oposição é justamente a de assegurar a independência do parlamento, a sua legitimidade e a sua responsabilidade em legislar a favor da sociedade", disse o líder da oposição, deputado Sandro Régis (DEM).

O democrata voltou a afirmar que "o Legislativo não pode assinar cheque em branco para o governo contratar operações de crédito sem discutir suas finalidades e implicações nas comissões técnicas. Não somos uma secretaria de governo", bradou Régis.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247