Alckmin acredita que Doria deixará o PSDB

Governador disse a pelo menos dois tucanos de alta plumagem que não desistirá da candidatura à presidência; o PSDB paulista fechou questão nesse ponto - os apoios incluem FHC, José Serra e Zé Aníbal; Geraldo Alckmin tem dito não acreditar mais na permanência de João Doria no partido, segundo o site Poder360

O Governador Geraldo Alckmin junto ao Prefeito João DóriaDiogo Moreira
O Governador Geraldo Alckmin junto ao Prefeito João DóriaDiogo Moreira (Foto: Charles Nisz)

SP 247 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, faz confidências dentro do PSDB e diz não acreditar mais na permanência de João Doria, prefeito paulistano, na legenda, informam os jornalistas Naomi Matsui e Tales Faria, do site Poder360.

Alckmin disse a pelo menos dois tucanos de alta plumagem que não desistirá da indicação à presidência pelo PSDB. O governador acredita que Doria não aceitará ser preterido e sairá do partido, diz a reportagem.

O governador acredita ainda ter apoio fiel dos principais tucanos paulistas e não pretende hostilizar seu antigo afilhado. Quer oferecer a vaga para disputar o Palácio dos Bandeirantes para que Doria não deixe o ninho tucano. Mas o atual governador admite que nutre poucas esperanças que o prefeito permaneça no PSDB.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247