Alckmin decide esconder FHC no horário gratuito

Embora tenha garantido o maior tempo de televisão ao fechar aliança com os partidos do centrão, que deram o golpe na presidente Dilma Rousseff, o tucano Geraldo Alckmin decidiu que o ex-presidente Fernando Henrique não terá um único segundo na propaganda política; o apoio do ex-presidente, que ajudou a articular o golpe e é um dos políticos mais rejeitados do País, ficará restrito às redes sociais; Alckmin quer evitar o contágio, uma vez que 69% dos brasileiros avaliam que a vida piorou após o golpe

Alckmin decide esconder FHC no horário gratuito
Alckmin decide esconder FHC no horário gratuito (Foto: PSDB)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O tucano Geraldo Alckmin terá o maior tempo de televisão no horário eleitoral gratuito, mas nenhum segundo será oferecido ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, segundo informa o jornalista Maurício Lima, na coluna Radar. Assim como em 2006, Alkcmin esconderá FHC e seus vídeos de apoio passarão apenas nas redes sociais da candidatura tucana.

O motivo é simples: FHC, que ajudou a articular o golpe contra a presidente deposta Dilma Rousseff, é um dos políticos mais rejeitados do País. Alckmin quer evitar o contágio, uma vez que 69% dos brasileiros avaliam que a vida piorou após o golpe que instalou a coalizão PSDB-MDB no poder e entregou aos tucanos os cargos mais importantes, como os comandos da Petrobras e da Eletrobrás.

Alckmin também decidiu não comparecer à convenção tucana em Minas Gerais, para não sofrer o contágio da candidatura de Antonio Anastasia, que, na prática, é a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB-MG), flagrado negociando propinas de R$ 2 milhões da JBS.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email