Alckmin e Marconi debatem futuro do PSDB para 2018

Governadores de São Paulo e de Goiás se encontraram na capital paulista na noite desta segunda-feira; oficialmente, a agenda aponta reunião administrativa, mas os dois tucanos são peças-chave no futuro do PSDB para 2018; Marconi Perillo é o nome favorito para assumir o partido no ano que vem e tem apoio do prefeito João Doria; Alckmin, por sua vez, segue na disputa para garantir sua candidatura a presidente da República, tendo agora Doria, seu antigo aliado, como o principal rival

Governadores de São Paulo e de Goiás se encontraram na capital paulista na noite desta segunda-feira; oficialmente, a agenda aponta reunião administrativa, mas os dois tucanos são peças-chave no futuro do PSDB para 2018; Marconi Perillo é o nome favorito para assumir o partido no ano que vem e tem apoio do prefeito João Doria; Alckmin, por sua vez, segue na disputa para garantir sua candidatura a presidente da República, tendo agora Doria, seu antigo aliado, como o principal rival
Governadores de São Paulo e de Goiás se encontraram na capital paulista na noite desta segunda-feira; oficialmente, a agenda aponta reunião administrativa, mas os dois tucanos são peças-chave no futuro do PSDB para 2018; Marconi Perillo é o nome favorito para assumir o partido no ano que vem e tem apoio do prefeito João Doria; Alckmin, por sua vez, segue na disputa para garantir sua candidatura a presidente da República, tendo agora Doria, seu antigo aliado, como o principal rival (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Os governadores Geraldo Alckmin e Marconi Perillo se encontraram na noite desta segunda-feira, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, numa agenda administrativa. Oficialmente, a pauta é sobre assuntos de interesses dos dois estados, mas no momento em que o PSDB passa por intensa discussão sobre quem vai comandar o partido em 2018 é inegável que os dois tucanos trataram do assunto.

Marconi é hoje quase que unanimidade para assumir o partido. No entanto, o governador não quer atritos com o presidente interino Tasso Jeireissati e pretende se colocar à disposição do PSDB só ano que vem, quando deixar o governo para a disputa eleitoral. Na semana passada, o prefeito João Doria afirmou que apoia totalmente o nome de Marconi para a presidência nacional do PSDB.

Tendo o nome ventilado também para a candidatura à presidência da República, Marconi adota a cautela. O goiano diz que sua prioridade hoje é concluir a primeira parte do programa de obras e benefícios Goiás na Frente, que vem liderando no Estado. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247