Alckmin não diz se PSDB deve votar a favor ou contra denúncia a Temer

Às vésperas da votação mais importante do ano na Câmara dos Deputados, Alckmin revela indecisão e não diz se o PSDB votará à favor ou contra a aceitação da denúncia sobre corrupção passiva contra Michel Temer; “Esse é um tema que cabe aos deputados federais, cabe ao partido decidir. Já o fez na Comissão de Constituição e Justiça e o fará agora no plenário", disse o governador paulista na saída de um evento nesta segunda (31) em São Paulo

Geraldo Alckmin
Geraldo Alckmin (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - Pré-candidato à Presidência da República tucano para 2018, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), prefere manter a neutralidade em relação à votação da denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer (PMDB). Na quarta-feira (2), a Câmara dos Deputados decide se autoriza a investigação de Temer pelo STF. 

Alckmin desconversou ao ser questionado sobre o tema: “Esse é um tema que cabe aos deputados federais, cabe ao partido decidir. Já o fez na Comissão de Constituição e Justiça e o fará agora no plenário". Na CCJ, a bancada tucana não votou unida: dos sete membros do partido, cinco votaram contra Temer. Um dos tucanos pró-Temer, Paulo Abi-Ackel (MG), fez o relatório que defende o engavetamento da denúncia contra o presidente. 

Essa indefinição deve se repetir no plenário no próximo dia 2. Alckmin também não quis dizer se os ministros do PSDB irão sair ou permanecer no governo Temer, caso a maioria dos deputados do partido votem contra Temer. "Vamos aguardar". Para o governador de SP, o PSDB "não precisa participar do governo, ter cargos no governo, para trabalhar pelo Brasil".

De acordo com Alckmin, o encontro de Temer com o presidente licenciado do PSDB, Aécio Neves (senador por Minas Gerais) foi para tratar apenas de temas relacionados à reforma política. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247