Alckmin será investigado por desapropriação que beneficiou familiares

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) abriu nesta segunda (24) um inquérito para investigar decretos do ex-governador e candidato do PSDB a presidente, Geraldo Alckmin, que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo familiares do tucano; segundo a colunista Monica Bergamo, Alckmin realizou duas desapropriações em 2013 e 2014 que atingiram propriedades de Othon Cesar ribeiro, sobrinho do tucano. Eles teriam recebido ao menos R$ 3,8 milhões

Alckmin será investigado por desapropriação que beneficiou familiares
Alckmin será investigado por desapropriação que beneficiou familiares (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

SP 247 - O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) abriu nesta segunda (24) um inquérito para investigar decretos do ex-governador e candidato do PSDB a presidente, Geraldo Alckmin, que levaram a desapropriações de terrenos envolvendo familiares do tucano. 

Segundo a colunista Monica Bergamo, Alckmin realizou duas desapropriações em 2013 e 2014 que atingiram propriedades de Othon Cesar ribeiro, sobrinho do tucano. Eles teriam recebido ao menos R$ 3,8 milhões.

O promotor Marcelo Milani pediu a abertura da investigação e deu um prazo de 20 dias para que Alckmin, o sobrinho e a concessionária se manifestem sobre as acusações. ​

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247