Alckmin vai pedir liberação da fosfoetanolamina

Governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 25, que irá solicitar à Anvisa a liberação excepcional da fosfoetanolamina em pacientes com câncer, até que se tenha aprovação final do governo federal; Alckmin se reuniu nessa segunda-feira, 23, com o químico Gilberto Chierice, e colocou à disposição do pesquisador toda a estrutura do Estado, como hospitais, institutos de pesquisa e o laboratório da Fundação para o Remédio Popular, para acelerar o processo de pesquisa necessário para a validação ou não da substância

Governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 25, que irá solicitar à Anvisa a liberação excepcional da fosfoetanolamina em pacientes com câncer, até que se tenha aprovação final do governo federal; Alckmin se reuniu nessa segunda-feira, 23, com o químico Gilberto Chierice, e colocou à disposição do pesquisador toda a estrutura do Estado, como hospitais, institutos de pesquisa e o laboratório da Fundação para o Remédio Popular, para acelerar o processo de pesquisa necessário para a validação ou não da substância
Governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 25, que irá solicitar à Anvisa a liberação excepcional da fosfoetanolamina em pacientes com câncer, até que se tenha aprovação final do governo federal; Alckmin se reuniu nessa segunda-feira, 23, com o químico Gilberto Chierice, e colocou à disposição do pesquisador toda a estrutura do Estado, como hospitais, institutos de pesquisa e o laboratório da Fundação para o Remédio Popular, para acelerar o processo de pesquisa necessário para a validação ou não da substância (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta terça-feira, 25, que irá solicitar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a liberação da utilização da fosfoetanolamina em pacientes com câncer, até que se tenha aprovação final do governo federal.

Alckmin se reuniu nessa segunda-feira, 23, com o químico Gilberto Chierice, professor aposentado do Instituto de Química da USP de São Carlos, pesquisador das propriedades da molécula e formas de sintetizá-la a baixo custo.

Durante o encontro, Alckmin colocou à disposição do pesquisador toda a estrutura do Estado, como hospitais, institutos de pesquisa e o laboratório da Fundação para o Remédio Popular, para acelerar o processo de pesquisa necessário para a validação ou não da substância.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247