Aleluia: Luís Eduardo era o "preferido" de FHC

"Se não tivesse se despedido desta vida tão precocemente, Luís Eduardo inevitavelmente seria o primeiro baiano a se eleger presidente da República. Ele era o preferido do presidente Fernando Henrique Cardoso para sua sucessão e estava preparado para o desafio. Era um dos políticos mais hábeis e sedutores do Congresso", afirmou o secretário de Urbanismo e Transporte de Salvador, ex-deputado José Carlos Aleluia

Aleluia: Luís Eduardo era o "preferido" de FHC
Aleluia: Luís Eduardo era o "preferido" de FHC
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O ex-deputado federal e presidente do DEM na Bahia, José Carlos Aleluia, atual secretário de Transporte e Urbanismo de Salvador, homenageou neste domingo (21) o ex-deputado Luís Eduardo Magalhães na missa que marcou os 15 anos da sua morte.

"Se não tivesse se despedido desta vida tão precocemente, Luís Eduardo inevitavelmente seria o primeiro baiano a se eleger presidente da República. Ele era o preferido do presidente Fernando Henrique Cardoso para sua sucessão e estava preparado para o desafio. Era um dos políticos mais hábeis e sedutores do Congresso e sempre foi fiel aos compromissos assumidos, o que lhe garantia a confiança de todos, fosse da esquerda, da direita ou de centro".

Para o democrata, à medida que o tempo passa, o ex-deputado cresce em importância na história do Brasil. "O distanciamento do objeto é indispensável à observação científica. Com a história não é diferente. E nela o tempo é a medida do distanciamento que permite a avaliação mais completa dos fatos".

Aleluia afirma que Luís Eduardo foi um dos protagonistas da modernização do Brasil. "Na Câmara Federal, eu fui testemunha do empenho e dedicação dele em libertar o nosso país dos grilhões do atraso".

O democrata destaca a "luta" de Luís Eduardo no Congresso Nacional pela privatização das telecomunicações, a quebra da reserva de mercado da informática e a implantação do Plano Real, que inaugurou uma nova realidade econômica no Brasil, criando novas condições de vida para o povo brasileiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247