CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Alemanha e EUA duelam pela liderança em Recife

Alemães e americanos enfrentam-se às 13h desta quinta-feira (26), na Arena Pernambuco, em partida válida pelo Grupo G da Copa do Mundo FIFA 2014; ambas as equipes precisam apenas de um empate para se classificarem para as oitavas de final; o segundo lugar vai depender do resultado da partida entre Portugal e Gana, que acontece no mesmo horário, em Brasília

Alemães e americanos enfrentam-se às 13h desta quinta-feira (26), na Arena Pernambuco, em partida válida pelo Grupo G da Copa do Mundo FIFA 2014; ambas as equipes precisam apenas de um empate para se classificarem para as oitavas de final; o segundo lugar vai depender do resultado da partida entre Portugal e Gana, que acontece no mesmo horário, em Brasília (Foto: Roberta Namour)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Portal da Copa - Alemães e americanos foram recebidos com chuva no Recife, onde enfrentam-se às 13h desta quinta-feira (26), na Arena Pernambuco, em partida válida pelo Grupo G da Copa do Mundo FIFA 2014. Ambas as equipes precisam apenas de um empate para se classificarem para as oitavas de final, sendo que a vitória de uma delas garante a primeira posição. O segundo lugar vai depender do resultado da partida entre Portugal e Gana, que acontece no mesmo horário. O clima poderia ficar mais leve se or considerada a antiga amizade entre os técnicos Jürgen Klinsmann e Joachim Löw. Os treinadores, entretanto, descartam a possibilidade de “aliviarem” um para o outro. A amizade estará suspensa por 90 minutos.

Primeira colocada em seu grupo até então, Alemanha tem sido considerada uma forte candidata a chegar à última etapa do torneio, devido ao peso da camisa tricampeã mundial, aos astros de sua seleção e à boa média de gols – três por partida. Mas, se a estreia com goleada de 4 x 0 sobre Portugal assustou os adversários, o empate por 2 x 2 contra Gana, na segunda partida da primeira fase, revelou que os europeus são passíveis de freio.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Por outro lado, sem grande representatividade em Mundais, os Estados Unidos poucas vezes esteve tão bem preparado e motivado para o torneio. O retrospecto da equipe em 2014 também é de uma vitória e um empate, mas com um saldo de gols menos robusto que o dos colegas germânicos. A estreia foi marcada por um 2 x 1 contra Gana; já diante dos portugueses, os americanos cederam ao empate por 2 x 2 nos últimos segundos da partida.

Jogar pelo empate não dá certo, diz Löw

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em entrevista coletiva antes do reconhecimento do gramado da Arena Pernambuco, o técnico alemão garantiu que não pretende se contentar com um ponto. “Nosso lema é ganhar e não tentar o empate. Quando se tenta jogar pelo empate não dá certo”, afirmou, lembrando ainda que o excesso de confiança pode ter prejudicado na partida contra Gana. “Depois do 1 x 0, achamos que estávamos controlando. Precisamos evitar esse tipo de acontecimento durante o jogo. Com o 2 x 2 nós não paramos por aí e isso considero positivo”. Apesar de não ter revelado a escalação, o treinador revelou que já tem os nomes praticamente fechados.

Diante dos adversários, conhecidos pela força no contra-ataque, Löw se preocupa em contar com jogadores condicionados. “Os Estados Unidos vivem dessa agressividade que estão demonstrando no torneio. Eles têm a vantagem de a liga deles não é de onze meses”, pontuou o treinador germânico, para quem os americanos melhoraram a tática e estão mais rápidos. Quem também reconhece a força dos adversários desta quinta é o meia Ozil. “A gente percebe que eles estão dispostos a correr e a dar tudo. Mas se nós implementarmos tudo o que nosso técnico exige, vamos conseguir vencer”, disse o jogador.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para os EUA, tempo de curtir boa fase

Do outro lado do gramado, os Estados Unidos vivem momento de confiança e descontração. Para o técnico Klinsmann, está na hora de os jogadores curtirem o futebol que jogam sem desconsiderar o peso dos oponentes. “Nos sentimos confiantes, fizemos dever de casa e alguns estão surpresos com nossos resultados. Não somos a zebra, mas sabemos que a maior barreira é a Alemanha”, revelou o treinador, que já teve Löw como auxiliar técnico. Para ele, sua equipe será uma das várias surpresas que a Copa no Brasil está apresentando ao mundo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Determinação é característica chave, mas quando diz respeito ao lado técnico da equipe, Klinsmann destaca a defesa como setor que merece mais atenção. “Podem ser a chave do sucesso. Johnson cresceu muito nos últimos dois anos, em velocidade e em técnica. Aprendeu seu jogo na Bundesliga e é um dos melhores desse torneio”, defendeu o comandante americano. Elogiado, o lateral-direito dividiu o mérito com toda a equipe, a qual considera coesa. “Realmente tento dar o meu melhor para a seleção e meus colegas. Mas não é mérito só meu, é de toda equipe. Nos apoiamos e, quando vou ao ataque, eles me dão suporte. Além disso, nosso técnico faz com que melhoramos toda vez”, afirmou Johnson.

Chance de recorde

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao marcar gol de empate no jogo dos alemães contra Gana, o atacante Miroslav Klose, se igualou a Ronaldo no posto de artilheiros das Copas do Mundo, com 15 gols. Na partida desta quinta-feira (26), Klose, que não tem dado muita bola para a marca, pode superar o “Fenômeno”, quebrando um recorde mundial. Além de ser artilheiro do torneio, ele também é da seleção alemã com 70 gols.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO