Alepe terá que divulgar lista do auxílio-moradia

Justia determina que o Parlamento estadual apresente, em at 15 dias, os nomes dos beneficiados e os valores recebidos por cada um deles. Enfim, um pouco de transparncia. Estima-se que j foram pagos mais de R$ 800 mil

Alepe terá que divulgar lista do auxílio-moradia
Alepe terá que divulgar lista do auxílio-moradia (Foto: Andréa Rêgo Barros/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Fim do mistério. O nebuloso caso da equiparação retroativa paga a ex-deputados pela Assembléia Legislativa de Pernambuco – que acabou conhecida como auxílio-moradia -, enfim, pode ganhar um pouco mais de transparência. Na última quarta-feira (11), a Justiça ordenou que o comando do parlamento estadual divulgue, em até 15 dias, a lista dos ex-legisladores que estão recebendo o benefício e os respectivos valores pagos a cada um deles. A decisão foi do juiz que está respondendo pela 2ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Djalma Andrelino Nogueira Júnior, motivada por ação popular impetrada por dez moradores da comunidade do Coque, no Recife, e pela ex-candidata a senadora pelo PV, Renê Patriota.

Conforme a decisão do juiz, o prazo para o encaminhamento das informações começa a contar a partir da notificação. O magistrado também solicitou, em seu despacho, que a Alepe tem que remeter cópia do parecer que autoriza a liberação do pagamento do benefício aos 52 requerentes. O documento fora assinado pelo procurador da Casa, Ismar Teixeira Cabral.

Contudo, um ponto solicitado na ação popular dos moradores do Coque - a devolução dos valores pagos até o momento - só será apreciado pelo magistrado responsável após o esclarecimento por parte da Alepe. De acordo com informações de bastidores, o montante já ultrapassaria a casa dos R$ 800 mil.

A tal equiparação salarial retroativa corresponde a um mecanismo encontrado pela Alepe para “corrigir” uma “distorção” entre os salários recebidos pelos deputados estaduais entre 1994 e 1997, quando a Câmara Federal extinguiu uma série de penduricalhos pagos aos deputados federais, acrescentando os seus valores aos vencimentos dos parlamentares. Como os estaduais têm seus rendimentos baseados nos pagos pela Câmara dos Deputados, a Alepe buscou essa espécie de isonomia. Porém, sem a mínima transparência.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email