Aliados cobram de João votação do Plano Diretor

Vereadores Anderson de Tuca (PRTB), atual vice-líder da bancada governista, e Renilson Félix (DEM), que já exerceu a mesma função, cobraram da administração municipal a revisão do Plano Diretor de Aracaju; Anderson afirmou que é necessário que o Executivo Municipal envie o Plano para que a cidade não continue sofrendo com o crescimento imobiliário desordenado; já o demista frisou que o projeto é o “mais importante dessa legislatura”; ele cobrou uma posição do presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto, também do DEM

Vereadores Anderson de Tuca (PRTB), atual vice-líder da bancada governista, e Renilson Félix (DEM), que já exerceu a mesma função, cobraram da administração municipal a revisão do Plano Diretor de Aracaju; Anderson afirmou que é necessário que o Executivo Municipal envie o Plano para que a cidade não continue sofrendo com o crescimento imobiliário desordenado; já o demista frisou que o projeto é o “mais importante dessa legislatura”; ele cobrou uma posição do presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto, também do DEM
Vereadores Anderson de Tuca (PRTB), atual vice-líder da bancada governista, e Renilson Félix (DEM), que já exerceu a mesma função, cobraram da administração municipal a revisão do Plano Diretor de Aracaju; Anderson afirmou que é necessário que o Executivo Municipal envie o Plano para que a cidade não continue sofrendo com o crescimento imobiliário desordenado; já o demista frisou que o projeto é o “mais importante dessa legislatura”; ele cobrou uma posição do presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto, também do DEM (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 - Aliados do prefeito João Alves Filho (DEM), os vereadores Anderson de Tuca (PRTB), atual vice-líder da bancada governista, e Renilson Félix (DEM), que já exerceu a mesma função, cobraram da administração municipal a revisão do Plano Diretor de Aracaju. Anderson afirmou que é necessário que o Executivo Municipal envie o Plano para que a cidade não continue sofrendo com o crescimento imobiliário desordenado. Já o demista frisou que o projeto é o “mais importante dessa legislatura”. Ele cobrou uma posição do presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto, também do DEM.

Renilson ressalva que “não se pode discutir o Plano Diretor apenas no último ano de mandato, pois requer tempo para analisá-lo”. “Ainda não ouvi o presidente da Câmara se posicionar sobre o assunto, enquanto isso o ano de 2014 já acabou”, disse. Anderson, por sua vez, cobrou agilidade do secretário de Planejamento, Igor Albuquerque.

“Precisamos da matéria porque é ela quem determina como as construtoras devem criar seus empreendimentos. É o Plano Diretor que vai apontar como devem construir respeitando as leis existentes, principalmente, a lei ambiental”, destacou o vereador do PRTB.

Ele citou como exemplo a limitação do número de andares das construções. “Em Maceió, existe a limitação de 10 andares na faixa litorânea por causa da climatologia e isso não vemos aqui. Em Aracaju, temos prédios de 20, 25 andares e isso é prejudicial para a população e o Plano vai determinar a altura. As empresas têm que ter esse compromisso com o povo de Aracaju. Se ela constrói certa quantidade de andares, que possa trazer alguma melhoria para o bairro ou arborização”, disse.

Renilson também cobrou uma posição do prefeito. “Esse pleito precisa ser levado ao prefeito João Alves Filho porque a cidade precisa de um direcionamento na construção civil, mobilidade urbana e em diversos seguimentos”, completou. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247