CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Aliados de Paulo ficam sem espaço com reforma

Durante entrevista, após vistoriar as obras do BrT Norte Sul, prefeito manda recado aos aliados: "Com a aprovação da reforma, algumas secretarias serão extintas, outras sofrerão fusões. Por isso, vou ter que abrir mão de alguns secretários, gente boa vai ficar de fora"; dilema do prefeito é enxugar a máquina mantendo coesa sua base política; na visita ao BrT, Paulo garantiu que as obras federais em Goiânia (a principal delas é o BrT) não sofrerão contingenciamento de recursos; projeto está orçado em R$ 242,4 milhões e é financiado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Mobilidade Grandes Cidades

Imagem Thumbnail
Durante entrevista, após vistoriar as obras do BrT Norte Sul, prefeito manda recado aos aliados: "Com a aprovação da reforma, algumas secretarias serão extintas, outras sofrerão fusões. Por isso, vou ter que abrir mão de alguns secretários, gente boa vai ficar de fora"; dilema do prefeito é enxugar a máquina mantendo coesa sua base política; na visita ao BrT, Paulo garantiu que as obras federais em Goiânia (a principal delas é o BrT) não sofrerão contingenciamento de recursos; projeto está orçado em R$ 242,4 milhões e é financiado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Mobilidade Grandes Cidades (Foto: Realle Palazzo-Martini)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Com nove secretarias extintas na reforma administrativa, que deve ser aprovada em segunda votação pela Câmara Municipal na semana que vem, o prefeito Paulo Garcia (PT) convive com o dilema de fazer remanejamentos para manter aliados e garantir a manutenção de sua base política. O petista já avisou, no entanto, que muita "gente boa" deve ficar de fora, dando o recado àqueles que não serão aproveitados. “Com a aprovação da reforma, algumas secretarias serão extintas, outras sofrerão fusões. Por isso, vou ter que abrir mão de alguns secretários, gente boa vai ficar de fora.”

Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (28), durante vistoria das obras do Corredor BrT Goiás Norte/Sul, Paulo disse que apenas aguarda a conclusão da aprovação, pelos vereadores, da reforma administrativa, para anunciar o remanejamento que fará na equipe de auxiliares. Na mesma quinta-feira, após intensos debates, a proposta da reforma, conforme o paço desejava, foi aprovada pela Comissão Mista.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nos bastidores, circula a informação de que o ex-prefeito Pedro Wilson (PT) será transferido da presidência da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) para a Secretaria de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas. Já o secretário de Gestão de Pessoas, Paulo César Fornazier, será transferido para a chefia de gabinete do prefeito. Valdi Camarcio vai deixar a Secretaria de Administração para ocupar a nova pasta, denominada Gestão de Pessoas e Administração. O atual secretário de Desenvolvimento Sustentável poderá ocupar a presidência da Amma.

O prefeito garantiu que as obras federais em Goiânia, como é o caso do BRT, não terão problemas de repasse financeiro mesmo com o contingenciamento de recursos. O BrT Goiás Norte-Sul será executado pelo consórcio das empresas Isolux, EPC e WVG, vencedor da licitação. O projeto, orçado em R$ 242,4 milhões, será realizado pela Prefeitura de Goiânia, com recursos do governo federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Mobilidade Grandes Cidades.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO