Alibaba foca em chips em meio a impulso para computação em nuvem

Em abril a Alibaba comprou a fabricante de microchips chinesa Hangzhou C-SKY Microsystems para impulsionar seus negócios de nuvem e IoT.

Alibaba foca em chips em meio a impulso para computação em nuvem
Alibaba foca em chips em meio a impulso para computação em nuvem
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - O Alibaba montará uma subsidiária de semicondutores e pretende lançar no segundo semestre de 2019 seu primeiro chip para interface de inteligência artificial (IA), que pode ser usado em veículos autônomos, cidades inteligentes e logística.

A empresa chinesa disse em evento em Hangzhou nesta quarta-feira que a nova subsidiária fabricará chips personalizados de inteligência artificial e processadores para apoiar o impulso nos negócios de rápido crescimento de nuvem e internet das coisas (IoT, na sigla em inglês).

O agressivo movimento da empresa para desenvolver seus próprios semicondutores acontece à medida que o governo chinês procura elevar a qualidade de chips nacionais para ajudar a indústria doméstica de alta tecnologia, desde os transportes de ponta até IA em sistemas de saúde.

Em abril a Alibaba comprou a fabricante de microchips chinesa Hangzhou C-SKY Microsystems para impulsionar seus negócios de nuvem e IoT.

O co-fundador e presidente do conselho da empresa, Jack Ma, disse que a China precisa controlar seu “núcleo tecnológico” como chips para evitar a dependência excessiva das importações dos Estados Unidos, questão que está em foco por conta das tensões comerciais entro os dois países.

Por Cate Cadell

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247