Alívio, diz Teixeira sobre exoneração de Moro da UFPR

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) se manifestou no Twitter, após a notícia de que o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. "Alívio. A Universidade Federal do Paraná não terá mais o golpista Sergio Moro em seu corpo docente"; petista aproveitou a oportunidade para criticar o auxílio-moradia recebido por juízes. "Sabe o que leva esse servidores a pagarem menos imposto de renda? Penduricalhos, auxílio moradia (como é o caso do juiz Marcelo Bretas, contra quem já apresentei reclamação disciplinar). E isso ainda faz com que seja ainda mais difícil reduzir a desigualdade"

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) se manifestou no Twitter, após a notícia de que o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. "Alívio. A Universidade Federal do Paraná não terá mais o golpista Sergio Moro em seu corpo docente"; petista aproveitou a oportunidade para criticar o auxílio-moradia recebido por juízes. "Sabe o que leva esse servidores a pagarem menos imposto de renda? Penduricalhos, auxílio moradia (como é o caso do juiz Marcelo Bretas, contra quem já apresentei reclamação disciplinar). E isso ainda faz com que seja ainda mais difícil reduzir a desigualdade"
O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) se manifestou no Twitter, após a notícia de que o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. "Alívio. A Universidade Federal do Paraná não terá mais o golpista Sergio Moro em seu corpo docente"; petista aproveitou a oportunidade para criticar o auxílio-moradia recebido por juízes. "Sabe o que leva esse servidores a pagarem menos imposto de renda? Penduricalhos, auxílio moradia (como é o caso do juiz Marcelo Bretas, contra quem já apresentei reclamação disciplinar). E isso ainda faz com que seja ainda mais difícil reduzir a desigualdade" (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) se manifestou no Twitter, após a notícia de que o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. "Alívio. A Universidade Federal do Paraná não terá mais o golpista Sergio Moro em seu corpo docente", escreveu o parlamentar.

O petista aproveitou a oportunidade para criticar o auxílio-moradia recebido por juízes. "Sabe o que leva esse servidores a pagarem menos imposto de renda? Penduricalhos, auxílio moradia (como é o caso do juiz Marcelo Bretas, contra quem já apresentei reclamação disciplinar). E isso ainda faz com que seja ainda mais difícil reduzir a desigualdade", disse.

No segundo post, o congressista publicou um print da matéria do JC Online, Elite de Servidores paga menos imposto de renda.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247