Aloysio: sem o PMDB não há impeachment

Senador tucano Aloysio Nunes Ferreira radicaliza no discurso e diz que “instaurado o processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), votarão a favor”; ele observa, no entanto, que não há ainda uma maioria no Parlamento a favor do afastamento da presidente; “sem o PMDB não há impeachment”

Senador tucano Aloysio Nunes Ferreira radicaliza no discurso e diz que “instaurado o processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), votarão a favor”; ele observa, no entanto, que não há ainda uma maioria no Parlamento a favor do afastamento da presidente; “sem o PMDB não há impeachment”
Senador tucano Aloysio Nunes Ferreira radicaliza no discurso e diz que “instaurado o processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), votarão a favor”; ele observa, no entanto, que não há ainda uma maioria no Parlamento a favor do afastamento da presidente; “sem o PMDB não há impeachment” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O senador tucano Aloysio Nunes Ferreira radicaliza no discurso contra o governo Dilma Rousseff e diz que “instaurado o processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), seu partido votará a favor”.

Em entrevista ao Valor, ele observa, no entanto, que não há ainda uma maioria no Parlamento a favor do afastamento da presidente; “sem o PMDB não há impeachment”, diz.

Segundo ele, “se a crise econômica se agravar e as ruas gritarem forte, todos esses esforços de articulação do governo se frustram, o PMDB desembarca, as hesitações cessam, o preço a pagar pela permanência de Dilma revela-se alto e começa a tramitar na Câmara um dos processos de impeachment” (leia mais).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email