Amaral descarta apoio ao PMDB na briga pela Câmara

O vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, afirmou ao PE247 que o partido possui candidato próprio, o socialista Júlio Delgado (PSB–MG), na disputa pela presidência da Câmara; a afirmação já barra um dos temas do encontro que o peemedebista Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) espera ter no próximo dia 22, no Recife, com o governador Eduardo Campos; ele também nega que sua passagem pelo Ceará teve como objetivo acalmar os ânimos dos irmãos Ciro e Cid Gomes

Amaral descarta apoio ao PMDB na briga pela Câmara
Amaral descarta apoio ao PMDB na briga pela Câmara
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paulo Emílio _PE247 - O vice-presidente nacional do PSB, ex-ministro Roberto Amaral, afirmou ao PE247 que a sua legenda possui candidato próprio, o socialista Júlio Delgado (PSB – MG), na disputa pela presidência da Câmara. A afirmação do dirigente já barra um dos temas que o peemedebista Henrique Eduardo Alves (PMDB - RN) esperava conversar com o presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em um encontro previsto para o próximo dia 22, no Recife (PE). Segundo Amaral, o assunto, juntamente com as ações que a sigla pretende desenvolver para implantar um sistema de monitoramento e acompanhamento dos prefeitos eleitos na última eleição, são as prioridades do partido para as próximas semanas.

“Em paralelo a isto temos o desafio de auxiliar a presidente Dilma Rousseff (PT) nas questões nacionais. Terei um encontro com Eduardo, no Recife, depois do dia 15 de fevereiro, para discutir estas e outras questões. Vamos fazer o planejamento prévio para o PSB em 2013 que será apresentado ao diretório nacional logo em seguida”, afirmou.

Ao 247, o dirigente socialista observou que as ações do partido neste início de ano estão concentradas no fortalecimento do PSB em nível nacional. "A disputa pela Cãmara começa em fevereiro. E temos um candidato próprio que é o Júlio Delgado e disso não abrimos mão. Sendo assim não faz sentido apoiar nehum outro candidato à presidência da Câmara que não seja o nosso", disparou o ex-ministro. Apesar da declaração, o posicionamento de Amaral difere do comportamento que vem sendo adotado por Eduardo que prefere não envolver a legenda na disputa pela Presidência da Câmara. "Esta é uma disputa que o PSB, enquanto partido, prefere não se envolver. Delgado tem o apoio de muitos deputados, mas não o bastante para tal. Organicamente o PSB está fora desta briga", disse ao PE247 um outro integrante do alto escalão socialista.

De férias no Ceará, Amaral desmentiu a informação veiculada pela imprensa nesta quinta-feira (10) de que sua passagem pelo Estado teria sido motivada pela tentativa de acalmar o ex-ministro Ciro Gomes e seu irmão, o governador Cid Gomes, que estariam irritados com o veto de Campos para a ida de Ciro ou Cid para um cargo importante no governo federal. “Isto não procede.  Estou descansando em uma praia daqui (Ceará).  Fui à Fortaleza apenas para cumprimentar o prefeito eleito Roberto Claudio, que é do nosso partido. Fora isso não tive nenhuma agenda política e nenhum outro encontro”,  disse.

Sobre uma possível candidatura do PSB à Presidência da República em 2014, Roberto Amaral mostrou-se afinado com as declarações do dirigente da legenda , Eduardo Campos, que é apontado como pré-candidato. “Este é um assunto para depois. Pode ser 2014 ou 2018, não temos nada definido. O que temos é um compromisso com o Brasil. Vamos ajudar no que for preciso para que a presidente Dilma possa superar as dificuldades e fazer o país voltar a crescer”, afirmou.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email