Amastha filia-se ao PSB e mostra força política

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta sexta-feira, 15, num grande evento político que contou com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, e dezenas de líderes, entre deputados, prefeitos, vereadores e militantes; “Eu combino com o PSB, porque sou realizador, democrático e amo a filosofia socialista”, disse o prefeito, que emendou: “Vamos ganhar a reeleição”; Carlos Siqueira ressaltou que o gestor vem melhorando a vida da população palmense; apesar do partido ser oposição ao governo federal, Amastha garantiu que a parceria com a presidente Dilma Rousseff continua

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta sexta-feira, 15, num grande evento político que contou com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, e dezenas de líderes, entre deputados, prefeitos, vereadores e militantes; “Eu combino com o PSB, porque sou realizador, democrático e amo a filosofia socialista”, disse o prefeito, que emendou: “Vamos ganhar a reeleição”; Carlos Siqueira ressaltou que o gestor vem melhorando a vida da população palmense; apesar do partido ser oposição ao governo federal, Amastha garantiu que a parceria com a presidente Dilma Rousseff continua
O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta sexta-feira, 15, num grande evento político que contou com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, e dezenas de líderes, entre deputados, prefeitos, vereadores e militantes; “Eu combino com o PSB, porque sou realizador, democrático e amo a filosofia socialista”, disse o prefeito, que emendou: “Vamos ganhar a reeleição”; Carlos Siqueira ressaltou que o gestor vem melhorando a vida da população palmense; apesar do partido ser oposição ao governo federal, Amastha garantiu que a parceria com a presidente Dilma Rousseff continua (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta sexta-feira, 15, num grande evento político na Assembleia Legislativa, que contou com a participação do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, do presidente da Fundação João Mangabeira, Renato Casagrande, dirigente estadial do PSB, prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, e dezenas de líderes, entre deputados, prefeitos, vereadores e militantes. 

Em seu pronunciamento durante o evento, Amastha destacou grande projetos para a Capital, como o BRT, a construção da avenida da orla e o IPTU progressivo. Apesar do PSB manter oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff, Amastha enfatizou que sua relação com o governo federal continuará de parceria. 

"Quando decidi voltar ao PSB me disseram que eu não poderia pelo fato de o partido ser oposição à presidente Dilma [Rousseff]. Ora, o PSB participou do governo Lula, ajudou a construir o projeto. E a nossa relação com a presidente Dilma segue sem nenhuma mudança, pois somos parceiros em obra e benefícios para Palmas."

Amastha agradeceu o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), e o presidente do diretório estadual, deputado federal Lázaro Botelho. "Esse partido me deu tudo na vida política", disse.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, ressaltou que Amastha vem melhorando a vida da população palmense, fazendo uma administração que traz alegrias para as pessoas. "Aqui quero revelar que não é toda pessoa que quer entrar no PSB que nós deixamos. Recentemente, fiu procurado por um prefeito de uma capital, tão bonita e bem maior que Palmas, que queria entrar no PSB e nós não deixamos. Eu dei um jeito de mandar avisar para ele que não queríamos", ressaltou o presidente.

Já o secretário-geral do partido, o ex-governador do Espirito Santo Renato Casagrande, destacou que Amastha apenas faz o retorno a velha à casa. Ele ressaltou que o PSB, neste momento em que política nacional está em imenso descrédito, jamais vai falhar em se apresentar como uma alternativa concreta, com projetos sérios. A exemplo das demais pessoas que discursaram, Casagrande enalteceu o legado deixado pelo ex-presidente nacional do partido, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo durante a última campanha eleitoral presidencial.
Tocantins

Prefeito de Gurupi e presidente estadual do PSB, Laurez Moreira deu às boas vindas ao prefeito e disse que, com os quadros que a sigla possui, é possível buscar uma mudança no Estado. "Acredito em cada um dos militantes que estão aqui. Seja muito bem vindo as trincheiras do PSB", salientou Laurez.

Outras lideranças do partido e de outras siglas, como o senador Ataídes de Oliveira (PSDB), presente no evento, também enalteceram o retorno de Amastha ao PSB.

O PSB atualmente conta com 15 prefeitos, 12 vice-prefeitos, 117 vereadores e mais de 10 mil filiados em todo o Estado.

Leia também: Folha: No PSB, Amastha é ainda mais forte

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247