Amastha garante pagamento de progressões até abril

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha apresentou o escalonamento do pagamento da data-base, progressões e retroativos dos servidores municipais; ao comentar a greve dos professores, o chefe do executivo municipal destacou que o salário da categoria na capital é um dos melhores do País e disse não ver motivos para a greve, por ter garantido que todos os direitos dos servidores serão pago até o final de abril de 2018

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha apresentou o escalonamento do pagamento da data-base, progressões e retroativos dos servidores municipais; ao comentar a greve dos professores, o chefe do executivo municipal destacou que o salário da categoria na capital é um dos melhores do País e disse não ver motivos para a greve, por ter garantido que todos os direitos dos servidores serão pago até o final de abril de 2018
O prefeito de Palmas, Carlos Amastha apresentou o escalonamento do pagamento da data-base, progressões e retroativos dos servidores municipais; ao comentar a greve dos professores, o chefe do executivo municipal destacou que o salário da categoria na capital é um dos melhores do País e disse não ver motivos para a greve, por ter garantido que todos os direitos dos servidores serão pago até o final de abril de 2018 (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - O prefeito de Palmas, Carlos Amastha apresentou nesta sexta-feira (22) o escalonamento do pagamento da data-base, progressões e retroativos dos servidores municipais. Ao comentar a greve dos professores, o chefe do executivo municipal destacou que o salário da categoria na capital é um dos melhores do País e disse não ver motivos para a greve, por ter garantido que todos os direitos dos servidores serão pago até o final de abril de 2018.

Os trabalhadores em educação também cobram o pagamento do retroativo da Data-Base. O prefeito garantiu que será pago até abril, assim como as progressões.

“A data-base de todos os funcionários dessa cidade serão pagas até dezembro. Esta é a única capital que pode cumprir o compromisso graças as medidas de contenção de despesas. Até o final de abril estaremos pagando retroativo, e ninguém ficará com qualquer direito atrasado. São mais de 30 milhões de reis que serão injetados na economia”, disse Amastha.

 

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247