CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Anastasia destaca força da economia mineira

Em comemoração aos 80 anos da Fiemg, governador mencionou ainda os desafios do Estado para fomentar o setor industrial; "Vamos trazer aquela indústria que reflete o que há de mais moderno em todo o mundo, aquela que traz empregos ainda mais valiosos e que leva à busca permanente em prol da inovação"

Anastasia destaca força da economia mineira
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Minas - O projeto de atração de empresas para Minas Gerais, especialmente aquelas relacionadas à economia do conhecimento, realizado pelo Governo e as entidades empresariais do Estado, tem como objetivo alterar o perfil econômico, gerando emprego e renda, e levando ao desenvolvimento. Esse movimento, segundo o governador Antonio Anastasia, está sendo feito "sem prejuízo à indústria siderúrgica, automobilística, das indústrias tradicionais que são fundamentais".

Durante a solenidade de comemoração dos 80 anos de fundação da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), na noite de quarta-feira (13), no Teatro Sesiminas, em Belo Horizonte, o governador Antonio Anastasia lembrou o momento positivo por que passa a economia mineira, com alto índice de emprego e crescimento acima da média nacional.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Vamos trazer aquela indústria que reflete o que há de mais moderno em todo o mundo, aquela que traz empregos ainda mais valiosos e que leva à busca permanente em prol da inovação", afirmou.

Segundo o governador, os empregos gerados no comércio e nos serviços têm feito da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) a campeã na geração de empregos ao longo dos últimos anos. "Mas é o emprego industrial, pela sua capacidade tecnológica, pela sua natureza de inovação, pelo empreendedorismo, pela característica da indústria, é que, de fato, permite uma transformação maior. É na indústria que nós sempre temos que focar e estimular", observou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Anastasia lembrou o trabalho da Fiemg ao longo das décadas, cujo objetivo, a seu ver, tem sido não apenas o fortalecimento das indústrias, mas, também, pela sua transformação, melhoria e agregação de valor aos produtos. "Cabe ao poder público realizar as ações, programas e políticas para fomentar, estimular e dotar de infraestrutura necessária as atividades de serviços públicos para que a indústria possa se desenvolver, o nosso grande desafio", afirmou o governador.

Indústria mineira em destaque

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O crescimento da indústria mineira e do Produto Interno Bruto (PIB), em 2012, também foi lembrado pelo governador. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que, nos últimos 12 meses, a produção industrial de Minas Gerais cresceu 2,4%, enquanto a média nacional caiu 1,9%. Com relação ao PIB, dados preliminares da Fundação João Pinheiro, divulgados na semana passada, apontam um crescimento de 2,3%, em 2012. A taxa foi duas vezes e meia maior que a crescimento do PIB nacional (0,9%), divulgada no início de março pelo IBGE.

O presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior, falou sobre o trabalho desempenhado pela entidade. "Empresas e organizações são como pessoas. Têm alma, coração, sentimento, caráter, sonhos e objetivos. É assim que vemos a Federação das Indústrias de Minas Gerais. E é assim que queremos que a nossa entidade seja vista e reconhecida pela sociedade mineira e brasileira. Temos um passado que é histórico, temos um presente que estamos construindo hoje e, certamente, teremos um futuro que é nossa responsabilidade legar às gerações que virão", disse.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Também participaram do evento o vice-governador Alberto Pinto Coelho, o ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, os prefeitos Marcio Lacerda, de Belo Horizonte, e Carlin Moura, de Contagem, os secretários de Estado Dorothéa Werneck (Desenvolvimento Econômico), Zé Silva (Trabalho e Emprego), Renata Vilhena (Planejamento e Gestão), Eliane Parreiras (Cultura), o diretor regional dos Correios, Pedro Amengol, além de deputados estaduais e presidentes de sindicatos patronais de todo o Estado.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO