APEOC cobra explicações sobre problemas na liberação de salários de servidores

O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, cobrou explicações a respeito de problemas na liberação do salário de servidores da Educação neste 1º de setembro. O transtorno foi causado pela determinação da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) que obriga todos os servidores do estado a abrirem uma conta no Bradesco para continuar recebendo os proventos. O secretário da Educação, Idilvan Alencar, admitiu o problema. Cerca de 700 servidores tiveram o pagamento retido

O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, cobrou explicações a respeito de problemas na liberação do salário de servidores da Educação neste 1º de setembro. O transtorno foi causado pela determinação da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) que obriga todos os servidores do estado a abrirem uma conta no Bradesco para continuar recebendo os proventos. O secretário da Educação, Idilvan Alencar, admitiu o problema. Cerca de 700 servidores tiveram o pagamento retido
O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, cobrou explicações a respeito de problemas na liberação do salário de servidores da Educação neste 1º de setembro. O transtorno foi causado pela determinação da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) que obriga todos os servidores do estado a abrirem uma conta no Bradesco para continuar recebendo os proventos. O secretário da Educação, Idilvan Alencar, admitiu o problema. Cerca de 700 servidores tiveram o pagamento retido (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, cobrou explicaзхes do secretбrio da Educaзгo do Estado, Idilvan Alencar, a respeito de problemas na liberaзгo do salбrio de servidores da Educaзгo neste 1є de setembro. Vбrios profissionais fizeram contato com o Sindicato relatando que nгo conseguiram sacar o dinheiro.

Idilvan Alencar admitiu o problema e disse que sу ficou sabendo do ocorrido no fim da tarde desta quinta-feira (31). O transtorno foi causado pela determinaзгo da Secretaria de Planejamento e Gestгo (Seplag) que obriga todos os servidores do estado a abrirem uma conta no Bradesco para continuar recebendo os proventos. A determinaзгo foi comunicada no Ofнcio Circular de N° 46/2017 de 23 de junho de 2017. A obrigatoriedade й uma clбusula prevista no contrato entre o Governo e o Banco, detentor exclusivo da gestгo da folha de pagamento dos servidores.

A medida atingiu tanto quem vinha recebendo salбrio no Banco do Brasil quanto quem jб era cliente do Bradesco, mas teve a conta encerrada pelo fechamento de agкncias, principalmente no interior. Hб informaзхes nгo confirmadas de que o Bradesco fechou 30 agкncias no Cearб nos ъltimos meses.

Cerca de 700 servidores da Educaзгo, entre efetivos e temporбrios, foram prejudicados e tiveram o pagamento retido. A orientaзгo da Seduc й que os profissionais da Educaзгo procurem a agкncia Bradesco mais prуxima para abrir uma nova conta corrente. Os dados devem ser informados аs CREDEs/SEFOR o mais rбpido possнvel, para que a Coordenadoria de Gestгo de Pessoas regularize o cadastro e libere o pagamento.

Apуs a abertura de conta no Bradesco, o servidor pode solicitar a portabilidade para o Banco do Brasil e para a Caixa Econфmica Federal.

(Com informações do Sindicato Apeoc)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247