Apesar das chuvas, racionamento continua na RMR

Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR), o racionamento no abastecimento de água dos municípios não deverá ser alterado; mesmo com as barragens de Pirapama e Sicupema estarem vertendo com níveis de acúmulo em 102,8% e 100,3%, respectivamente, a barragem de Botafogo está com 19,23% da sua capacidade; municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, todos localizados na RMR e atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até 3 dias sem água; Sistema Botafogo atende cerca de 1 milhão de pessoas

Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR), o racionamento no abastecimento de água dos municípios não deverá ser alterado; mesmo com as barragens de Pirapama e Sicupema estarem vertendo com níveis de acúmulo em 102,8% e 100,3%, respectivamente, a barragem de Botafogo está com 19,23% da sua capacidade; municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, todos localizados na RMR e atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até 3 dias sem água; Sistema Botafogo atende cerca de 1 milhão de pessoas
Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR), o racionamento no abastecimento de água dos municípios não deverá ser alterado; mesmo com as barragens de Pirapama e Sicupema estarem vertendo com níveis de acúmulo em 102,8% e 100,3%, respectivamente, a barragem de Botafogo está com 19,23% da sua capacidade; municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, todos localizados na RMR e atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até 3 dias sem água; Sistema Botafogo atende cerca de 1 milhão de pessoas (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - Apesar das fortes chuvas que caem em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR), o racionamento no abastecimento de água dos municípios não deverá ser alterado. Mesmo com as barragens de Pirapama e Sicupema estarem vertendo com níveis de acúmulo em 102,8% e 100,3%, respectivamente, a barragem de Botafogo está com 19,23% da sua capacidade.

Com isso, os municípios de Olinda, Abreu e Lima e Paulista, todos localizados na RMR e atendidos diretamente pelo Sistema Botafogo, continuarão tendo o calendário mais duro em relação ao abastecimento, com intervalos de até 3 dias sem água.

A crise hídrica do Sistema Botafogo é a segunda pior da história da barragem, que foi inaugurada em 1980. Em 1999, o El Niño reduziu a capacidade de armazenamento da barragem para 9%. O Sistema Botafogo atende cerca de 1 milhão de pessoas.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247