Após jantar com Temer, Doria diz que decisão sobre Aécio foi “serena e soberana”

João Doria, prefeito de São Paulo, jantou na noite desta terça-feira (17) com Michel Temer no Palácio do Jaburu; o tucano admitiu que a votação no Senado que determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às atividades no Senado foi um dos assuntos no jantar; para Doria, tratou-se de uma decisão “pró-Congresso”

29/05/2017) (São Paulo - SP Brasil Presidente Michel Temer, Governador Geraldo Alckmim , João Doria e Henrique Meirelles no Jantado Fórum de Investimentos Brasil 2017. Foto: Marcos Corrêa/PR
29/05/2017) (São Paulo - SP Brasil Presidente Michel Temer, Governador Geraldo Alckmim , João Doria e Henrique Meirelles no Jantado Fórum de Investimentos Brasil 2017. Foto: Marcos Corrêa/PR (Foto: Giuliana Miranda)

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

O prefeito de São Paulo, João Dória, jantou na noite desta terça-feira (17) com Michel Temer no Palácio do Jaburu. Ocorrida horas antes, a votação no Senado que determinou o retorno de Aécio Neves (PSDB-MG) às atividades na Casa foi um dos assuntos no jantar, segundo admitiu o prefeito. Para Dória, tratou-se de uma decisão “pró-Congresso”.

“Falamos e entendemos que foi uma decisão serena e soberana do Congresso Nacional. Não apenas estabeleceu essa situação em prol do senador Aécio Neves, circunstancialmente do nosso partido, mas também de proteção ao Congresso Nacional. Eu diria que não foi uma decisão pró-Aécio, mas pró-Congresso”, disse Dória, na saída.

O jantar durou cerca de duas horas e o prefeito foi o único convidado de Temer. Segundo Dória, a economia foi o principal tema da noite. O prefeito apresentou dados sobre a economia de São Paulo, afirmou que a cidade vem se recuperando e os índices nos últimos dois meses são “bons de uma forma geral” na indústria, no comércio, setor de serviços e agronegócio.

Ambos confirmaram presença no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. O fórum acontecerá entre 23 e 26 de janeiro de 2018. Tanto Temer quanto Dória serão palestrantes e o prefeito se mostrou satisfeito com o evento. “Davos é a maior caixa de ressonância da economia mundial. Eu lá serei palestrante e o presidente Temer também estará lá. O Brasil terá, pela primeira vez nos últimos quatro anos, informações positivas a oferecer aos grandes investidores internacionais”.

Temer e o prefeito jantaram camarão com mandioquinha, salada e frutas de sobremesa. Embora tenha negado que a votação da denúncia contra o peemedebista na Câmara tenha sido conversada, Dória afirmou que Temer está “tranquilo e sereno”.

“Vi o presidente tranquilo em relação a isso e também bastante sereno em relação a este tema. Acho que o Congresso saberá tomar a decisão que for mais equilibrada, reproduzindo as manifestações dos votos que, a partir de amanhã, serão promulgados pelos parlamentares”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247