Após luxar dedo, corintiano Júlio César exalta superação

Goleiro se machucou, gritou e foi atendido em campo; luxao ocorreu ao praticar uma defesa aos 41 minutos do segundo tempo; a partida s foi encerrada nove minutos depois

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O Corinthians venceu o Botafogo por 2 a 0, na noite da última quarta-feira, em São Januário, com gols de Liedson e Paulinho, em um jogo que ficou marcado também pela superação do goleiro Júlio César. Ele atuou no final do confronto com uma luxação no dedo mínimo da mão esquerda. O jogador se machucou ao praticar uma defesa aos 41 minutos do segundo tempo da partida, que só foi encerrada pelo juiz nove minutos depois.

Pelo fato de que naquele momento o técnico Tite já havia feito três alterações e não poderia substituir o goleiro, Júlio César foi para a superação, exaltada pelo próprio atleta. "Só Deus sabe como aguentei. Meu dedo está latejando muito", afirmou, logo depois do término do duelo diante dos botafoguenses.

Após se machucar, Júlio César chegou a gritar de dor e precisou ser atendido em campo, mas enfatizou que não poderia desistir da partida naquele momento. "Quando eu vi que (o Tite) já tinha feito as três substituições, decidi ir até o final. Teve uma bola em que eu fui (afastar da área) só com uma mão. Assim é o Corinthians", acrescentou o goleiro, resumindo o espírito guerreiro que assumiu dentro do clube.

Por causa da lesão sofrida nesta quarta-feira, Júlio César passou a virar motivo de preocupação no Corinthians para o jogo do próximo domingo, contra o Cruzeiro, às 16 horas, no Pacaembu, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Caso seja vetado do confronto, Renan, recém-contratado junto ao Avaí, poderá fazer a sua estreia pela equipe do Parque São Jorge.

Com a vitória sobre o Botafogo, o Corinthians disparou ainda mais na liderança do Brasileirão, com 28 pontos, sete à frente do São Paulo, atual vice-líder.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email