CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Após "vergonha", Ronaldo elogia: "clima de alegria"

Depois de declarar ter "vergonha" da organização da Copa, mesmo tendo sido um dos responsáveis no Brasil pelo Mundial, ex-jogador, atual empresário e comentarista global troca de novo de opinião; antes, membro do COL chegou a ser criticado por defender o evento e causou polêmica ao dizer que não se organizava uma competição de futebol com hospitais; diante dos protestos, endossou críticas da Fifa e disse que sentia "vergonha" dos atrasos das obras; agora, após o início da Copa, afirmou: "Eu não tenho ouvido muitas reclamações, nem muitas queixas. Percebo que as pessoas têm se divertido muito. O clima é de alegria", disse; isso foi ontem, mas o que será que Ronaldo vai dizer amanhã? 

Depois de declarar ter "vergonha" da organização da Copa, mesmo tendo sido um dos responsáveis no Brasil pelo Mundial, ex-jogador, atual empresário e comentarista global troca de novo de opinião; antes, membro do COL chegou a ser criticado por defender o evento e causou polêmica ao dizer que não se organizava uma competição de futebol com hospitais; diante dos protestos, endossou críticas da Fifa e disse que sentia "vergonha" dos atrasos das obras; agora, após o início da Copa, afirmou: "Eu não tenho ouvido muitas reclamações, nem muitas queixas. Percebo que as pessoas têm se divertido muito. O clima é de alegria", disse; isso foi ontem, mas o que será que Ronaldo vai dizer amanhã?  (Foto: Gisele Federicce)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Depois de desferir críticas contra a organização da Copa do Mundo, ao dizer que sentia "vergonha dos atrasos" do Mundial, o ex-craque Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL) do evento, acaba de mudar de novo seu discurso. O ex-jogador vê agora mais alegria do que reclamações dos torcedores com o evento sediado no Brasil.

"Eu não tenho ouvido muitas reclamações, nem muitas queixas. Percebo que as pessoas têm se divertido muito. O clima é de alegria", afirmou nesta terça-feira 17, antes de participar como comentarista da Globo no jogo entre Brasil e México na Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao baixar o tom das críticas, Ronaldo prova que surfa conforme a onda. O ex-camisa 9 chegou a ser criticado, no início da organização da Copa, por defender com unhas e dentes a realização do evento. Chegou a dizer que "não se faz Copa do Mundo com hospital", causando uma grande polêmica.

Pouco antes do início do Mundial, observando os protestos e o clima de mau humor contra a competição, disse que o atraso das obras era "vergonhoso". No final de maio, Ronaldo afirmou que as críticas feitas pela Fifa sobre o não cumprimento de prazos pelo Brasil eram justas, uma vez que havíamos assumido compromissos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"De repente chega aqui e é essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, o país que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem para fora", declarou.

Eis que, pela terceira vez, quando o Brasil se veste de verde e amarelo, os torcedores cantam o hino nacional a capela dentro e fora do estádio e o ambiente é totalmente favorável à Copa do Mundo, Ronaldo volta a mudar o discurso e diz que vê mais alegria do que reclamações.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO