Assembleia aprecia reajustes a servidores

Oito novos projetos da Governadoria foram lidos na sessão ordinária de quarta-feira (12); dois deles tratam de reajustes ao funcionalismo público estadual; professores terão 8,32% em duas etapas (uma retroativo a janeiro e outra em maio); pessoal civil e militar terá 5,56%, relativo à data-base, também em duas parcelas (maio e setembro); matérias vão para comissões

Oito novos projetos da Governadoria foram lidos na sessão ordinária de quarta-feira (12); dois deles tratam de reajustes ao funcionalismo público estadual; professores terão 8,32% em duas etapas (uma retroativo a janeiro e outra em maio); pessoal civil e militar terá 5,56%, relativo à data-base, também em duas parcelas (maio e setembro); matérias vão para comissões
Oito novos projetos da Governadoria foram lidos na sessão ordinária de quarta-feira (12); dois deles tratam de reajustes ao funcionalismo público estadual; professores terão 8,32% em duas etapas (uma retroativo a janeiro e outra em maio); pessoal civil e militar terá 5,56%, relativo à data-base, também em duas parcelas (maio e setembro); matérias vão para comissões (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - De autoria do governo, foram lidas no plenário da Assembleia Legislativa, na sessão ordinária da quarta-feira (12), oito projetos da Governadoria. Dois deles tratam de reajustes a servidores públicos do Estado. O de nº 868 concede revisão geral anual da remuneração dos subsídios e dos proventos do pessoal civil e militar, ativo, inativo e pensionistas, inclusive empregados públicos do poder Executivo estadual.

O outro projeto, de nº 867, reajusta o vencimento dos professores do magistério público estadual. A proposta tem a finalidade de garantir a aplicação, no Estado de Goiás, do piso salarial profissional nacional para os professores da rede pública estadual que atendem a educação básica; e reajustar o vencimento dos demais níveis dos cargos de professor dos quadros permanente e transitório do Magistério Público Estadual.

O reajuste para os professores, de 8,32%, acontecerá em duas etapas. A primeira, reatrotivamente, a partir de janeiro deste ano; a outra, em maio.

O índice da revisão geral a ser concedida ao pessoal civil e militar foi fixado com fundamento na variação do INPC de 2013, que alcançou 5,56%. O reajuste será em duas parcelas de 2,74%. A primeira, a partir de maio de 2014; a segunda, a partir de setembro.

Entre as outras matérias, quatro são referentes a vetos do Executivo a projetos aprovados na Assembleia. Todas foram aprovadas preliminarmente em plenário e agora serão distribuídas nas devidas Comissões, para relatoria e votação.

(Com informações da Agência Assembleia)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email