Assembleia Legislativa vai adotar ‘turnão’ no recesso

A partir de 1º de janeiro a Assembleia Legislativa da Bahia vai funcionar em regime de 'turnão', durante o recesso parlamentar; neste período, o expediente irá de 13h às 19h, de segunda a quinta-feira, mantendo o horário normal às sextas – expediente das 8h30 ao meio dia; objetivo da Mesa Diretora é economizar cerca de R$1,2 milhão no mês de janeiro; decisão foi motivada pelas dificuldades financeiras vivenciadas por todos os entes federados nesse período de crise, com forte queda de receita    

A partir de 1º de janeiro a Assembleia Legislativa da Bahia vai funcionar em regime de 'turnão', durante o recesso parlamentar; neste período, o expediente irá de 13h às 19h, de segunda a quinta-feira, mantendo o horário normal às sextas – expediente das 8h30 ao meio dia; objetivo da Mesa Diretora é economizar cerca de R$1,2 milhão no mês de janeiro; decisão foi motivada pelas dificuldades financeiras vivenciadas por todos os entes federados nesse período de crise, com forte queda de receita
 
 
A partir de 1º de janeiro a Assembleia Legislativa da Bahia vai funcionar em regime de 'turnão', durante o recesso parlamentar; neste período, o expediente irá de 13h às 19h, de segunda a quinta-feira, mantendo o horário normal às sextas – expediente das 8h30 ao meio dia; objetivo da Mesa Diretora é economizar cerca de R$1,2 milhão no mês de janeiro; decisão foi motivada pelas dificuldades financeiras vivenciadas por todos os entes federados nesse período de crise, com forte queda de receita     (Foto: Fatima 247)

Bahia 247 - A partir de 1º de janeiro a Assembleia Legislativa vai funcionar em regime de turnão, durante o recesso parlamentar, até o dia 31 de janeiro. Nesse período, o expediente irá da 13h até às 19h, de segunda a quinta-feira, mantendo o horário normal às sextas – expediente das 8h30 ao meio dia. A sessão solene de encerramento dos trabalhos ordinários ocorrerá hoje, às 14h45. 

Com a redução do horário de expediente, a Mesa Diretora pretende economizar cerca de R$1,2 milhão durante o mês de janeiro, a exemplo do que ocorreu durante o recesso de meio de ano, em julho. A decisão foi motivada pelas dificuldades financeiras vivenciadas por todos os entes federados nesse período de crise, com forte queda de receita, como registrou o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo. Segundo ele, a Bahia se mantém em posição de menor vulnerabilidade graças às atitudes prudentes e à gestão do governador Rui Costa, que sempre pode contar com o apoio e a solidariedade do Legislativo, Judiciário e dos demais órgãos da administração estadual que possuem autonomia administrativa e financeira. Lembrou que no último ano, depois de décadas, foi a primeira vez em que a Assembleia, que cortou na carne, não necessitou de suplementação orçamentária.

Excepcionalmente, no dia 9 de janeiro, a Assembleia funcionará das 8h às 13h, em virtude da sessão especial convocada por solicitação da deputada Fabíola Mansur (PSB), para a concessão do Título de Cidadão Baiano ao médico coordenador do setor de Mastologia do Hospital Sírio Libanês, Alfredo Carlos Simões Dornellas de Barros. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247