Atlético é Campeão da Libertadores 2013

Título em cima do Olimpia, do Paraguai, veio com vitória por 2 a 0 no tempo normal, gols de Jô e Leonardo Silva, e 4 a 3 na decisão por pênaltis. Com a conquista, o heroico Galo disputará o Campeonato Mundial de Clubes da Fifa, de 11 a 21 de dezembro, no Marrocos

Atlético é Campeão da Libertadores 2013
Atlético é Campeão da Libertadores 2013 (Foto: JOAO GODINHO/ O TEMPO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Atlético - O Atlético Mineiro realizou o sonho da massa e conquistou a Taça Libertadores da América de 2013, na noite desta quarta-feira (24/07/2013), no Mineirão, em Belo Horizonte.

O título veio com vitória por 2 a 0 no tempo normal, gols de Jô e Leonardo Silva, e 4 a 3 na decisão por pênaltis, gols de Alecsandro, Guilherme, Jô e Leonardo Silva, depois de empate sem gols na prorrogação.

Com a conquista da Libertadores, o Galo disputará o Campeonato Mundial de Clubes da Fifa, de 11 a 21 de dezembro, no Marrocos. Para a competição, já estão classificados o Bayer de Munique, da Alemanha, o Monterrey, do México, o Auckland City, da Nova Zelândia, e o Raja Casablanca, campeão marroquino.

O Atlético teve o ataque mais positivo da Libertadores, com 29 gols, e o artilheiro da competição, Jô, com sete gols.

A campanha do campeão foi épica. Começou com grande vitória sobre o São Paulo, no Independência, por 2 a 1. Em seguida, goleada sobre o Arsenal, com invasão da torcida atleticana em Sarandi (ARG).

Na terceira rodada da fase de grupos, vitória por 2 a 1 sobre o The Strongest, na Bolívia, mesmo placar da rodada seguinte, em Belo Horizonte. Já na 5ª rodada, o Galo aplicou nova goleada por 5 a 2 sobre os argentinos do Arsenal, desta vez na Arena Independência.

Na 6ª rodada, já garantido como o 1º colocado geral da fase de grupos, o Atlético perdeu por 2 a 0 para o São Paulo, no Morumbi.

Veio a fase oitavas de final e o Galo eliminou o São Paulo com duas vitórias: 2 a 1 no Morumbi e 4 a 1 em Belo Horizonte.Nas quartas de final, depois do empate por 2 a 2 com o Tijuana, no jogo de ida, no México, o Atlético empatava por 1 a 1 no Independência quando o árbitro assinalou pênalti para o Tijuana. Victor fez defesa milagrosa com os pés, acabando com o pânico que havia tomado conta da Massa.

Na semifinal, veio a derrota por 2 a 0 para o Newell’s Old Boys, em Rosário, na Argentina. Na partida de volta, o placar de 2 a 0 para o Galo, gol de Guilherme nos minutos finais, levou a decisão da vaga para os pênaltis, onde brilharam as estrelas de Alecsandro, Guilherme, Ronaldinho e Victor.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247