CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Atlético-MG mantém jejum e se distancia do líder

Para a Lusa, ficar na igualdade com o vice-líder não foi mau negócio; foi mais um ponto para alcançar o objetivo do time: permanecer na Série A; já o Galo, a quatro jogos sem vencer, considerou o empate heroico, na visão do goleiro Victor

Atlético-MG mantém jejum e se distancia do líder (Foto: Almeida Rocha/Folhapress)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Band

Cuca disse que a queda de rendimento do Atlético-MG, que empatou em 1 a 1 com a Portuguesa neste sábado frio em São Paulo, se devia a queda de Ronaldinho Gaúcho no segundo turno da competição. O comandante alvinegro talvez queira repensar a fala e acrescentar mais nomes à sua lista de peças-chave que estão com rendimento abaixo do esperado nas últimas rodadas. Bernard, pelo lado esquerdo, Marcos Rocha, na direita e até a defesa, antes intransponível, não consegue manter uma estabilidade durante os jogos nesta fase do Brasileiro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

As oscilações do Galo podem ser verificados quando o melhor lance do primeiro tempo foi um gol anulado de Bruno Mineiro, sem qualquer perigo ao gol de Dida. A Lusa que entrou em campo disposta a não perder para um dos líderes do campeonato resolveu encarar o Atlético-MG de frente e dentro de suas limitações de elenco e técnicas, se impôs como mandante. O resultado veio aos seis minutos do segundo tempo quando Bruno Mineiro aproveitou uma falha de Victor que perdeu a bola no alto para o atacante da Portuguesa sobrando para Léo Silva abrir o placar. O gol da Lusa provocou uma reação atleticana mais na força do que de um time organizado e calmo, como fora em outras ocasiões.

De caça, a Portuguesa virou caçadora do Galo em campo, buscando atacar justamente nos pontos em que os mineiros mostravam força. Ananias, Bruno Mineiro e Luiz Ricardo sempre achavam espaços pelos lados do campo e só não conseguiram marcar o gol da vitória por incompetência de seus atacantes. Mas para a Lusa, ficar na igualdade com o vice-líder não foi mau negócio. Foi mais um ponto para alcançar o objetivo do time: permanecer na Série A.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Já o Galo, a quatro jogos sem vencer, considerou o empate heroico, na visão do goleiro Victor, dado as circunstâncias do jogo, mas para a perseguição ao Fluminense, marcar apenas dois pontos em 12 pontos disputados aparenta um adeus ao sonho do bicampeonato brasileiro.

Cuca e Geninho saíram de campo com sensações de pressão e alívio. Um passará o domingo com o dever cumprido e pronto para dar mais um passo e ficar na primeira divisão no próximo duelo contra o Sport-PE, em casa. O outro pensará em alguma solução mágica para trazer de volta o futebol do melhor time do primeiro turno do Brasileirão, que enfrenta o Figueirense no próximo sábado, dia 6, em casa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ficha técnica

Portuguesa 1 X 1 Atlético-MG

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Local: Canindé, em São Paulo (SP)

Data/Horário: 29/09/2012 - 18h30

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Evandro Gomes Ferreira (GO) e João Patrício de Araújo (GO)

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cartões Amarelos: Ferdinando e Léo Silva (POR); Pierre, Leonardo Silva e Serginho (CAM)

Cartões Vermelhos: Leonardo Silva, aos 23'/2ºT (CAM)

Gols: Léo Silva, aos 5'/2ºT (1-0) e Bernard, aos 20'/2ºT (1-1)

Portuguesa: Dida; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério; Ferdinando (Michael, 29'/2ºT), Léo Silva, Boquita e Moisés; Ananias e Bruno Mineiro.

Técnico: Geninho.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha (Luiz Eduardo, 27'/2ºT), Rafael Marques, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre (Serginho, 31'/1ºT), Felipe Soutto, Danilinho (Guilherme, 14'/2ºT), Bernard e Ronaldinho Gaúcho; Jô. Técnico: Cuca.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO